Burj Al Arab Jumeirah: o melhor hotel do Mundo!

Burj Al Arab Jumeirah
Foto maravilhosa do site oficial do hotel:                                      https://www.jumeirah.com/en/hotels-resorts/dubai/burj-al-arab/

O Burj Al Arab Jumeirah é, sem sombra de dúvidas, um dos principais cartões postais de Dubai, não há aquele que nunca tenha visto uma foto do luxuoso hotel com sua silhueta em formato de vela de barco.

Foi eleito por diversas vezes o hotel mais luxoso do mundo e existe uma classificação “informal” que o elege como o único hotel sete estrelas existente, dada a elegância, exclusividade e atendimento incomparável. 

Então, como não querer se hospedar em um lugar assim?

Obviamente nós queríamos muito, mas sabíamos que os preços não eram nada acessíveis, com diárias que partiam de 5 mil reais.

Assim, quando decidimos que iriamos conhecer Dubai, iniciamos também uma análise sobre a possibilidade de fazer essa loucura e passar uma noite no hotel.

Para quem não acompanhou o post anterior, nos casamos nas Ilhas Maldivas em uma cerimônia a dois e aproveitamos nossa escala em Dubai para passar uns dias na cidade.

Logo… na vibe do “ah, já que não estamos gastando com uma grande festa de casamento” resolvemos fazer essa loucura e reservar uma diária no hotel.

Clique aqui e veja como foi nosso casamento nas Ilhas Maldivas!

Mas quanto custa, afinal?

O quarto que escolhemos custou 8 mil reais (chocante, sabemos).

Mas o raciocínio foi: tem gente que gasta isso (ou até mais) com fotógrafo, com banda, com flores, com forro de mesa de uma festa de casamento que vai durar umas 6 horas.

Então… nosso gasto seria alto, mas ia durar pelo menos 24 horas e seria uma experiência única: lembrar pra sempre que ficamos hospedados no hotel mais luxuoso do mundo!

Booking.com
Burj Al Arab Jumeirah

É o que sempre dizemos: são prioridades! Tem gente que é mais feliz gastando o valor dessa diária em um celular, em uma bolsa de marca, com um fotógrafo de casamento. E está tudo bem!

Cada um tem que buscar suas prioridades de acordo com sua disponibilidade financeira e jamais gastar com algo que não faça sentido pra ele.

Assim, a nossa prioridade não é andar de carro zero, nem trocar o celular todo ano.  Nossa prioridade é viajar, conhecer o mundo, pois isso é o que realmente nos deixa feliz.

Dessa forma, apertando o orçamento e enxugando outros gastos, fizemos essa aventura e reservamos nossa diária no Burj Al Arab Jumeirah.

Vamos contar agora como foi essa experiência!

Chegando no hotel Burj Al Arab Jumeirah

A entrada no hotel é super controlada, super mesmo. Não é possível se aproximar nem para tirar uma foto. Você dirige até uma primeira cancela e eles pegam o nome da pessoa que reservou.

Em seguida, você encontra uma segunda cancela, onde fazem uma segunda checagem. Logo após você chega na entrada e é recebido por um funcionário que pega as chaves do carro para levá-lo ao estacionamento.

Burj Al Arab Jumeirah

Ao mesmo tempo já chega outra funcionária te chamando pelo nome e dando as boas vindas! Oferecem uma taça de champagne e umas tâmaras deliciosas.

Chegamos uma hora antes do check in na esperança de o quarto já estar livre e nos deixarem subir logo. Funcionou! Não tivemos que esperar nem um minuto.

Não há um balcão para check in, esta funcionária já o leva para o quarto e lá há um escritório chiquérrimo onde ela colhe uma assinatura.

Ela já explica algumas facilidades do hotel e indica como chamar o mordomo que estará disponível 24h, caso precise de algo.

Surpreendentemente sim, há um mordomo e não pudemos deixar de rir e lembrar do famoso comercial do suco Tang “James, traga mais suco, o garoto está com sede” kkkk.

O quarto no hotel Burj Al Arab Jumeirah

O nosso quarto era uma suíte panorâmica de 225 metros.

Apesar de não ser a mais barata, estava longe de ser a “maior e mais cara do hotel”. Há alguns quartos com mais de 700 metros (e que custam mais de 30 mil reais a diária).

Burj Al Arab Jumeirah
Vista incrível do nosso quarto

O quarto é tão incrível, um misto de luxo, ouro, cores, tapetes, que apesar de parecer tão “brega” ao olhar de muitos, é simplesmente sensacional e te faz sentir um verdadeiro sheik árabe.

Como se não bastasse, o quarto ainda era formado por dois andares.

No andar inferior há um escritório com um computador IMac, uma sala gigante com jornais, revistas, uma cozinha com várias bebidas.

Ainda tem também um banheiro e uma espécie de dispensa que não entendi para que funcionava, talvez para colocar malas, sei lá.

Além disso, deixaram um vinho e uma caixa de tâmaras recheadas sensacionais.

Burj Al Arab Jumeirah

Subindo as escadas você chega no quarto e realmente passa a acreditar que é um sultão.

Há um closet e um banheiro com uma banheira maravilhosa. A decoração é muito chamativa, confesso que nos pegamos pensando, por várias vezes, se achávamos lindo ou horroroso.

Burj Al Arab Jumeirah

No banheiro todos os itens eram Hermès e havia dois perfumes grandes, um masculino e um feminino, lacrados na caixa. Não tínhamos certeza se os perfumes estavam “incluídos” na diária e o medo de abrir e cobrarem uma fortuna depois???

Lá fomos nós na maior vergonha perguntar para o mordomo se os perfumes eram brindes e ele disse que sim, que não só os perfumes como também a sacola de praia que estava no closet.

Opaaaaaa, pobreza não pode ver um brinde, já saímos na maior felicidade carregando tudo e colocando na mala para não esquecer kkkkk

O que está incluído quando você se hospeda no Burj Al Arab Jumeirah

Tecnicamente só o café da manhã estava incluído na diária.

Mas oferecem as amenidades como os perfumes, sacola de praia, caixa de tâmaras, uma garrafa de vinho. Também não cobraram os 500 cafés que tomamos no quarto.

Há, também, um “cardápio de travesseiros” que não usamos, mas vimos que estava disponível.

Nós falamos que havíamos nos casado nas Maldivas e que estávamos de lua de mel em Dubai e eles enviaram, ainda, um bolo, uma champagne e um buquê de rosas maravilhoso.

Burj Al Arab Jumeirah
Gentileza em razão da lua de mel

Quando olhamos o preço das comidas e bebidas no cardápio, só pensávamos: caraca, esse bolo tem que render até amanhã hahahaha.

Mas brincadeiras a parte, a comida e bebida são muito caras, para se ter uma ideia, uma água mineral de 300 ml custava em torno de 30 reais e uma long neck Heineken aproximadamente 70 reais.

Há uma praia particular e, chegando lá, vem um funcionário que traz para você uma bolsa térmica com água mineral, toalha umedecida, spray refrescante facial e passa o tempo todo para olhar se você está precisando de reposição.

Imaginávamos que isso seria cobrado, mas não foi, estava incluído também.

Burj Al Arab Jumeirah
Nossa bolsinha de praia fofa

Infraestrutura do hotel Burj Al Arab Jumeirah

O hotel é quase uma cidade, há várias lojas de luxo incríveis que, por óbvio, só passamos na porta.

Há duas piscinas enormes, uma de água doce, de 612 metros quadrados, com um bar subaquático e uma de borda infinita e água salgada de 828 metros quadrados, rodeada de um trecho de areia (uma verdadeira praia artificial).

Além disso, há jacuzzis incríveis dentro da piscina.

Burj Al Arab Jumeirah
Piscina de água salgada

Há um heliporto para os hóspedes que chegam de helicóptero.

Há uma área fitness e um spa para aqueles que buscam um lugar para treinar ou relaxar, com pacotes que podem ser contratados a parte.

Burj Al Arab Jumeirah

Tem uma biblioteca e espaço kids.

Você não tem acesso a todos os andares e áreas do hotel, mas tudo que é permitido visitar é incrível. Você nunca terá visto tanta cor, ouro, mármore e tapetes, garantimos que é muito lindo, uma experiência única.

O atendimento no hotel Burj Al Arab Jumeirah

Único. Não há outra palavra para definir. Eles querem te mimar o tempo todo e tudo que você pedir eles farão o possível para atender.

Burj Al Arab Jumeirah

São 1600 funcionários de 75 nacionalidades diferentes. Da moça que nos recebeu no check in, os garçons, funcionários da piscina, todo mundo é sempre muito simpático e atencioso.

Todos estão sempre com um sorriso no rosto e fazem tudo para te deixar a vontade.

Por exemplo, para se ter uma ideia, esquecemos o líquido de limpeza das lentes de contato no outro hotel e fomos até o mordomo perguntar se havia uma farmácia próxima que pudesse entregar, pois precisávamos comprar um novo.

Ele disse que não nos preocupássemos e, pouco tempo depois, entregaram o que pedimos no quarto. E mais, não cobraram nada.

Burj Al Arab Jumeirah

Outra experiência foi que Otávio também esqueceu o remédio de asma no outro hotel e, de madrugada, procurou o mordomo perguntando se era possível comprar um novo.

Mais uma vez o mordomo super atencioso e gentil chamou um médico que trouxe o remédio e, de novo, não cobraram por isso.

Burj Al Arab Jumeirah

Os restaurantes do hotel

Os restaurantes estão entre os mais premiados de Dubai e, claro, os preços acompanham essa fama.

NATHAN OUTLAW AT AL MAHARA. É o restaurante tido como o melhor em frutos do mar da cidade. O chefe é o premiado Nathan Outlaw e traz pratos preparados com exclusividade. Custo médio: 1300 reais para o casal, sem bebidas alcoólicas (+20% de impostos e taxas).

AL MUNTAHA. Restaurante francês que fica no 27º andar. A vista é maravilhosa. Custo médio: 1200 reais para o casal, sem bebidas alcoólicas (+20% de impostos e taxas).

JUNSUI. Restaurante com base em influências de pratos japoneses, chineses, tailandeses, indonésios e coreanos.  Custo médio de jantar: 1100 reais para o casal, sem bebidas alcoólicas (+20% de impostos e taxas).

AL IWAN. Restaurante de culinária árabe em um ambiente totalmente tradicional e chamativo. Custo médio: 900 reais para o casal, sem bebidas alcoólicas (+20% de impostos e taxas).

BAB AL YAM. Restaurante próximo à piscina. Cozinha europeia, influenciada pelos sabores do Oriente Médio. Custo médio de jantar: 900 reais para o casal, sem bebidas alcoólicas (+20% de impostos e taxas).

GOLD ON 27. É uma discoteca que fica no 27º andar. Você pode petiscar, mas não é um restaurante propriamente dito.

Nesse caso, nós reservamos o Al Iwan porque era o “mais barato”. Na prática, era um restaurante self service, mas não sabíamos.

No entanto, se soubéssemos, teríamos arriscado pagar um pouco mais em um dos outros famosinhos. A comida era maravilhosa, não negamos, mas se olhássemos “só o sabor”, não valeria os 900 reais.

Claro que sabemos que estamos pagando “o lugar”, “a experiência” e tudo mais. Então ficamos satisfeitos porque na prática era o mais barato que poderíamos pagar.

Burj Al Arab Jumeirah

Vale a pena se hospedar no Burj Al Arab Jumeirah?

Muito.

Claro, se você tem um perfil que adora conhecer hotéis incríveis e luxuosos, vale muito a pena passar um dia nesse hotel.

É uma experiência única e que ficará para sempre em sua memória! Sabemos que será difícil encontrar um hotel que nos marque tanto quanto este.

No entanto, se não tem, não vai conseguir relaxar.

É muito caro, não negamos.

Mas temos que ter em mente que você não paga apenas por “uma cama para dormir”, você paga a experiência e tudo que está envolvido.

No caso, estamos diante do hotel eleito “o mais luxuoso” do mundo por anos, então não dá para esperar uma pechincha.

E o que gostamos muito é que eles não são do tipo que cobram uma diária absurda e, depois, cobram cada passo que você dá no hotel. Não, muito pelo contrário.

Ofereceram vinho, champanhe, bolo, buquê de rosas, água e amenidades na piscina, não cobraram também os itens de farmácia que nós havíamos pedido, nem os cafés que tomamos no quarto.

Mesmo com a diária cara, seria super normal se tivessem cobrado várias dessas coisas, mas não o fizeram.

Então, achamos legal isso. Eles cobram uma diária cara, mas depois não ficam anotando cada coisa que você faz para cobrar outra fortuna no check out.

Claro que nós não fazemos questão de ficar sempre em hotéis luxuosos, tanto que nos dias seguintes nos hospedamos no Holiday Inn que custou menos de 200 reais a diária.

Nós curtimos vivenciar certas experiências, como é o caso de estar em Dubai e passar um dia no hotel mais conhecido do país e talvez do mundo.

Burj Al Arab Jumeirah

Esta foi uma experiência indescritível e mesmo que nos esforcemos, não é fácil transmitir tudo que se sente.

Mas, sinceramente, achamos que uma diária é super suficiente. Primeiramente pelo preço, claro. Mas não só isso.

É difícil explicar, mas o lugar é tão luxuoso que chega incomodar em alguns momentos.

De fato você fica tenso sobre estar se portando adequadamente, sobre onde pode entrar ou não, sobre o que será cobrado ou não.

Com o tempo fomos relaxando e, óbvio, é muito fácil acostumar com tanta riqueza, mimos e tudo mais.

Mas confessamos que, exceto na hipótese de a pessoa ser multi milionária e não ter com o que gastar dinheiro, não recomendaríamos passar mais de uma noite no hotel.

Burj Al Arab Jumeirah
Esse pôr do sol vai deixar saudades

Nossa Avaliação – 1 a 5 ♥

Localização          ♥♥♥♥♥
Atendimento          ♥♥♥♥♥
Conforto do quarto   ♥♥♥♥♥
Mimos                ♥♥♥♥♥
Restaurantes         ♥♥♥♥♥
Lazer/Piscina        ♥♥♥♥♥
Limpeza              ♥♥♥♥♥
Custo benefício      ♥♥♥♥♥

E então, o que acharam? Teriam coragem de vivenciar essa experiência? Se tiver ficado alguma outra dúvida, é só falar. Teremos um prazer em ajudar! Grande beijo!

2 comentários »

  1. Muito legal!!!
    Acredito que realmente vale a pena.
    Parabéns…
    Uma experiência dessas deve ser inesquecível. Daquelas que quando fakar em ferias…vcs devem lembrar dessa diária..unica mesmo.
    Sou fã!

Deixe uma resposta