Myconos

img_2404

Como dissemos no post de Atenas, a Grécia é um destino que irá roubar seus suspiros o tempo inteiro e, na nossa viagem, infelizmente conhecemos só três cidades: Atenas, Myconos e Santorini.

Em Myconos temos a cidade da balada, com diversas festas rolando o dia e noite inteiros, muita pegação e animação. Mas quem não curte tem a opção de ir para praias mais vazias e afastadas.

Para ir de turma ou solteiro, com certeza é a cidade mais interessante!


Quando ir para Myconos cropped-cropped-img_0429.jpg


 

Se deseja sol e praia, vá de maio a outubro. Julho e agosto são meses que as ilhas lotam, em razão das férias europeias. Se for de outubro a abril, vai encontrar dias nublados, chuva e frio.

Fomos em Maio de 2016 e o clima estava perfeito. A noite fazia um ventinho frio, aconselho levar um casaquinho leve na mala.

20160524_114932.jpg


Como chegar em Myconos cropped-cropped-img_0429.jpg


Não há voos diretos do Brasil, então você fará escala em alguma cidade da Europa. Nossa escala foi em Zurique e optamos por uma escala maior (10 horas) de modo a termos tempo de dar uma voltinha por lá.

Quando forem comprar as passagens, independentemente de onde residam, sugiro fazer as pesquisas com saída de São Paulo ou Rio de Janeiro. O que vejo é que, se escolhemos sair da nossa cidade – Brasília, no caso – necessariamente farei escala nestas cidades, mas o preço sai bem mais caro do que comprar este trecho separadamente.

Só deve haver o cuidado de conciliar os horários dos voos, não compre nada muito próximo, com menos de duas horas entre um e outro.

20160525_112731.jpg

Os voos podem ser pesquisados por meio dos sites, o nosso preferido é o Skyscanner por meio do qual você pode fazer uma pesquisa ampla, sem mencionar datas e fica sabendo quando está mais barato ir.

Para aprender encontrar bons preços de passagens e promoções, leia o post “Como encontrar bons preços de passagens”!


Onde ficar em Myconos cropped-cropped-img_0429.jpg


É sempre uma decisão importante e, se a ideia for economizar, use o Airbnb que sempre tem apartamentos e casas legais com preços mais acessíveis.

Mykonos se divide em nove regiões principais, sendo elas: Chora, Kalafatis, Ornos, Agios Ioannis, Platis Gialos, Ano Mera, Tourlos, praias no norte e praias no sul.

Uma excelente opção é escolher a região de Chora. É o centro da ilha, com bastante opções de restaurantes, bares, lojinhas e pontos turísticos, como a Little Venice e os Moinhos de vento. Você consegue ser bastante independente, conhecendo os lugares caminhando.

Se está buscando agitação, sugiro hoteis na Paradise Beach, que fica na região das áreas do sul, é uma área maravilhosa.

Perto de Chora, está a região de Ornos, que é mais tranquila, pois não há tantas festas. Por esta razão, há bastante famílias por lá. Há inúmeros restaurantes e onde fica um dos principais portos da ilha.

Ao sul de Ornos está Platis Yialos, uma região um pouco mais chique e composta por inúmeros resorts. Há diversos restaurantes ao longo da praia. O mar é uma delícia.

Segundo avaliações do Trip Advisor são ótimas opções:

  • Makis Place – diária a partir de 150 reais
  • Pelican Hotel – diária a partir de 150 reais
  • Hotel Jason – diária a partir de 150 reais
  • Argo Hotel Mykonos – diária a partir de 300 reais
  • Vienoula’s Garden – diária a partir de 300 reais
  • Lithos by Spyros & Flora – diária a partir de 300 reais
  • Mykonos Palace Beach Hotel – diária a partir de 500 reais
  • Mykonos Bay Hotel – diária a partir de 600 reais
  • Petasos Beach Hotel & Spa – diária a partir de 600 reais
  • Vencia Hotel – diária a partir de 600 reais

Nós ficamos três dias em Myconos. Escolhemos o hotel  Myconos Palace, que fica na Platis Yialos Beach. O hotel era simplesmente maravilhoso e o melhor, aceita Bancorbras… Sério, muito perfeito mesmo, recomendo demais.

17IMG_762944IMG_809872720-2img_7035


Quanto tempo ficar em Myconos cropped-cropped-img_0429.jpg


É sempre uma decisão muito pessoal e varia também conforme disponibilidade e bolso de cada um.

Sugerimos pelo menos três dias inteiros na ilha. Foi nossa escolha e gostaríamos de ter ficado mais tempo. Há muito para se ver e aproveitar!

20160525_115126.jpg


Como se locomover em Myconos cropped-cropped-img_0429.jpg


Do aeroporto até o hotel, optamos por pegar um táxi e pagamos 15 euros.

No hotel, ligamos para uma empresa que aluga ATV (assemelha-se a um quadriciclo) e o alugamos por dois dias. Não é a opção mais barata, mas com certeza é uma das mais divertidas para se conhecer a ilha. Com um mapa em mãos íamos aos lugares de nossos interesses, estacionávamos facilmente e ficávamos o tempo que queríamos, antes de partir para o próximo lugar.

O ATV custou 20 euros a diária e mais 5 euros pelo seguro. Além disso colocamos 5 euros de gasolina. As ruas são largas, espaçosas para circular carro, atv, moto e transeuntes, não achamos perigoso em momento algum

DCIM101GOPROG1160908.

Você pode optar também por alugar um carro (ou uma scooter) ou utilizar o transporte público que custa, em média, 2 euros.

Caso saia da ilha de ferry, tome o cuidado de mostrar o ticket para o motorista do táxi, uma vez que existe mais de uma saída de barcos. Do nosso hotel até o porto pagamos 20 euros. Um pouco caro, mas usar o transporte público seria arriscado, pois não poderíamos atrasar.

Entre as ilhas:

Existem, basicamente, duas opções: os ferrys ou aviões.

Nós optamos por utilizar os dois. De Atenas para Myconos fomos de avião, de Myconos para Santorini de ferry e de Santorini para Atenas de avião.

Um site muito bom para pesquisar preços de voos internos é o Europe Low Cost.

Fechamos os voos do Brasil, após acompanhar diariamente os preços. O trecho de Atenas para Myconos pela Ryanair saiu 17 dólares por pessoa, mas não pode despachar bagagem, caso contrário tem uma taxa a mais (35 euros por mala). Durou 50 minutos.

De Santorini para Atenas pegamos um voo da Sky Express que custou 75 euros por pessoa.

Para pesquisar os preços dos ferrys, indico os sites Direct Ferries,  Greek Ferries ou o Ferries in Greece.

Saimos para Santorini as 09h50 e foram quase 3 horas de viagem. Compramos o ticket também no Brasil, pelo Direct Ferries. O trecho saiu 78 euros – Ferry Seaboat Platinum. Optamos pela opção mais confortável, mas só inclui um bolinho grátis, o resto você precisa comprar. Foram quase 3 horas de viagem.


O que visitar em Myconos cropped-cropped-img_0429.jpg


Há vários lugares incríveis para serem visitados, vamos mencionar alguns apenas, os que tivemos oportunidade de conhecer:

1. Little Venice

A Pequena Veneza é uma linda atração turística da cidade, super romântica e repleta de casinhas elegantes à beira do mar. Vale a pena passear pela região e, se possível, aproveitar o pôr do sol.

44a8d-20160525_115200

2. Moinhos

O lugar é bem bonito e está bem próximo à região de Little Venice.

20160525_113430.jpg

3. Chora

É o centro da cidade, onde podemos ver vários pontos turísticos famosos, como os moinhos de vento e a Little Venice. É também onde vemos restaurantes e lojinhas incríveis. É super recomendado de perder pelo bairro e se apaixonar por seus encantos.

fd197-img_2405

4. Igreja Panayia Paraportiani

É uma igreja situada no bairro de Kastro e seu nome significa “Nossa Senhora da Porta do Lado”, sua construção começou em 1425 e é muito linda, vale a pena a visita.

20160525_130052.jpg

5. Praias.

Importante ressaltar que as praias gregas não se assemelham às nossas praias brasileiras, com água quentinha e areia macia. Normalmente a água é muito fria e não há areia propriamente dita, mas apenas pedrinhas em tons escuros. Possuem, no entanto, um grande charme e nós adoramos!

a. Platis Gialos Beach

b. Paradise Beach.

Sem dúvidas, achamos a mais divertida de todas. Os shows rolam durante a tarde toda, músicas variadas, até funk brasileiro rolou. Vários dançarinos e turistas subindo ao palco para dançar, conhecemos umas turcas super animadas e havia vários grupos fazendo despedida de solteiro. Os drinks custam 15 euros e você ganha outro igual.

b0044-gr25c325a9cia-07

00ca7-20160524_171322

c. Super Paradise Beach. Apesar de ser bem famosa, nós não curtimos, é extremamente cara (20 euros o guarda sol e 7 euros por cadeira) e não tão animada quanto a Paradise Beach.

d. Elia

e. Agrari Beach

f. Psarou

g. Paranga

20160525_155307.jpg


Restaurantes e bares em Myconos cropped-cropped-img_0429.jpg


Comemos e bebemos muito bem. Os pratos gregos tradicionais são os mais baratos e todos deliciosos. Mesmo os mais chatos para comer (tipo eu rs) conseguem comer muito bem gastando em média 15 euros por refeição.

Temos as seguintes opções, através de análises feitas pelos usuários do TripAdvisor:

Restaurantes sofisticados:

  1. M-eating
  2. Kalita
  3. Buddha Bar Beach
  4. Scorpios Mykonos
  5. Uno Con Carne

Restaurantes médios/populares:

  1. Avli Tou Thodori*
  2. Nikos Gallop Restaurant
  3. Kikis Tavern
  4. Blue Myth Restaurant
  5. Compass

*Um dos melhores da viagem. Um jantar para dois, com vinho fica por volta de 65 euros. A sobremesa é cortesia, uma espécie de bolinho de chuva com chocolate… maravilhoso. O dono é pura simpatia, fica circulando pelas mesas e conversando com todos.


Segurançacropped-cropped-img_0429.jpg


Apesar de termos vistos muitos pedintes em Atenas, em Santorini não vimos nenhum e também não presenciamos nenhum acontecimento que passasse uma sensação insegurança. De todo jeito, como sempre, é bom ter cautela com pertences pessoais.

20160525_123552.jpg


Idioma cropped-cropped-img_0429.jpg


Grego e inglês. Muito difícil aprender qualquer palavra em grego, então nos viramos só com o inglês mesmo. A maioria das pessoas entende ou se esforça para entender. Não tivemos problemas quanto a isso.


Moeda e Gastos em Myconos cropped-cropped-img_0429.jpg


A moeda é o euro.

Na época que fomos, calculamos uma média de gastos de 70 euros por dia, por pessoa (fora hospedagem e transporte entre as cidades).

20160525_110855.jpg


Chip de Celular cropped-cropped-img_0429.jpg


Não compramos, mas se você é daqueles que não consegue ficar desconectado, indicamos a Easysim4you. É uma empresa maravilha, com cobertura em todo mundo. O chip chega bem rápido em sua casa! Nós já usamos e aprovamos!

Se tiver interesse, use o seguinte link, você não paga nada a mais por isso e nós recebemos uma pequena comissão! 🙂

https://www.easysim4u.com/?sourceCode=hajaviagem


Seguro viagem cropped-cropped-img_0429.jpg


O seguro viagem para a é obrigatório.

Nós indicamos a parceira Seguros Promo porque, preenchendo os dados solicitados, você consegue orçamentos de diversas empresas que oferecem o serviço e pode analisar cada um deles, decidindo pelo que melhor atenda seus objetivos. Há opções bem baratas, vale muito a pena conferir!

Além disso, usando nosso cupom HAJAVIAGEM5 você ainda ganha 5% de desconto no valor do orçamento.

Confira os valores acessando este link ou o banner do lado direito da página.

infografico_sp_2


O que levar cropped-cropped-img_0429.jpg


Sempre viajamos com com mochila e acho que poderíamos ter levado menos coisas que levamos. 1 tênis, 1 chinelo e 1 rasteirinha mais arrumadinha são mais que suficientes para qualquer lugar. Se forem na mesma época que fomos (maio), basta levar roupas leves, vestidos, blusas e shorts, nada que ocupe muito espaço.

Mas atenção se forem no inverno, principalmente em janeiro e fevereiro, são os meses mais frios do ano, portanto será necessário levar agasalhos quentinhos.

20160524_115021.jpg


Dicas Geraiscropped-cropped-img_0429.jpg


Aqui se aplicam as mesmas dicas do post anterior, sobre Atenas:

FUSO HORÁRIO: Sofremos muito com o fuso, pois a diferença foi, salvo engano, de 5 horas do Brasil, bem puxado e difícil para dormir. Usávamos um remédio para dar uma ajudinha no sono, pois como cada dia era muito intenso, precisávamos de boas noites de sono. Consulte seu médico e veja o que ele indica.

GORJETAS: Dávamos sempre, mas poucas moedas.

PREÇOS DE LEMBRANCINHAS: Os preços em média são: chaveiros: 2 a 5 euros, olho grego: a partir de 1 euro, camiseta: 10, 15 euros, moletom: 30, 35 euros, estatuetas: a partir de 10 euros.


Espero que tenham gostado do post e, se tiver ficado alguma dúvida, não deixe de nos falar! Amamos demais esse lugar e é um país que voltaríamos todos os anos, se possível fosse!

 

2 Comments »

  1. Mykonos é bem legal mesmo, vale muito a pena conferir. quando fui aluguei uma scooter pra ter mais mobilidade no trânsito, uma vez que fui em julho e era o auge do verão europeu.

    Uma coisa que não achei tão legal em Mykonos foi a tal “diversão” que todos falam muito. Se comparado com Florianópolis, tipo P12, Café de lá Musique e outros lugares, Parsdise Beach perde principalmente porque é um lugar majoritariamente para homossexuais. Não tenho nada contra mas se não for o que procura, não vai achar tanta graça e se tiver com filhos, definitivamente não vá por lá. É engraçado mas não é um lugar família.

    As praias são muitobinitas mesmo é o centrinho também tem muitas vielas pra andar.

    Vou fazer o post com minhas considerações em breve assim como um vídeo mostrando o hotel que fiquei.

    • Interessante saber sua opinião!!! Nós achamos a diversão lá sensacional, tanto que ficávamos muitas e muitas horas no agito da super paradise! Mas é gosto mesmo… Aguardo seu post, quero ler suas considerações! 🙂

Deixe uma resposta