Viagem para Joanesburgo: dicas essenciais!

A África do Sul é um país incrível e que a cada dia mais tem ganhado os corações dos brasileiros. O destino tem uma mistura que atende a todos os públicos: modernidade, contato único com a natureza, cultura e história incríveis, culinária maravilhosa (incluindo vinhos sensacionais) e preços bem acessíveis. Se você deseja fazer uma viagem para Joanesburgo, este é o post ideal para você

Importante lembrar que Joanesburgo é a cidade mais populosa, mas não é a capital. Existem, na verdade, três capitais sul-africanas, que são: Pretória (capital executiva), Bloemfontein (capital judicial) e Cidade do Cabo (capital legislativa).

Assim, resolvemos passar o réveillon por lá com uma turma de amigos e fizemos um tour maravilhoso por Joanesburgo e Cidade do Cabo.

Vamos começar narrando todos os detalhes de nossa viagem para Joanesburgo e, no próximo post, contaremos nossas experiências sobre a Cidade do Cabo.

viagem para Joanesburgo


Quando ir para Joanesburgo cropped-cropped-img_0429.jpg


Qual é a melhor época para uma viagem para Joanesburgo e África do Sul, de uma forma geral? Bom, o clima em Joanesburgo é muito agradável, tendo a cidade uma temperatura média anual de 16 graus Celsius.

Na primavera (setembro a novembro) a temperatura máxima é de 25 graus e a mínima de 8 graus. O verão (dezembro a fevereiro) traz uma temperatura máxima de 27 graus e mínima de 13 graus. No outono (março a maio) a temperatura varia de 10 a 25 graus. O inverno (junho a agosto) tem uma temperatura máxima de 18 graus e mínima e 2 graus.

Os meses mais chuvosos vão de Novembro a Janeiro e pelo menos as noites podem ser bem frias, especialmente para os que vivem em cidades quentes. Nós fomos em dezembro e pegamos algumas rápidas pancadas de chuvas, nada que tenha atrapalhado o passeio!

Assim, o ideal é sempre carregar um casaco na mala, por via das dúvidas.

viagem para Joanesburgo


Como chegar em Joanesburgo cropped-cropped-img_0429.jpg


Fazer uma viagem para Joanesburgo não é mais tão difícil como no passado! Há várias companhias que fazem o trajeto para a África do Sul, sendo possível encontrar voos diretos saindo de São Paulo pela Latam e South African Airlines.

Outras companhias que também fazem o trajeto é a Ethiopian Airlines e a TAAG, com escalas, mas normalmente com preços menores.

Em uma promoção, é possível encontrar voos para Joanesburgo por 1200 reais (com taxas), o importante é acompanhar diariamente os preços, pois oscilam bastante.

Para aprender encontrar bons preços de passagens e promoções, leia o post “Como encontrar bons preços de passagens”!


Onde ficar hospedado em uma viagem para Joanesburgocropped-cropped-img_0429.jpg


As melhores regiões para se hospedar em Joanesburgo são Sandton, Melrose Rosebank, que são consideradas as áreas mais seguras e ricas da cidade.

São bairros com bastantes restaurantes, bares, cafés e próximos de atrações turísticas.

Outras opções que também devem ser consideradas são: Melville, Bryanston e Rivonia.

Vamos dar algumas indicações de hotéis bem avaliados para sua viagem para Joanesburgo:



Booking.com

  • Rekky Signature Guesthouse – diária a partir de 150 reais.
  • R & R’s Retreat – diária a partir de 190 reais.
  • Reef Hotel – diária a partir de 200 reais.
  • Mercure Johannesburg Randburg – diária a partir de 200 reais.
  • Tyrwhitt Avenue Rosebank – diária a partir de 200 reais.
  • C.A.G – The Cube – diária a partir de 200 reais.
  • Apollo Hotel – diária a partir de 211 reais.
  • Sandton Times Square – diária a partir de 250 reais.
  • Signature Lux Hotel By ONOMO, Sandton – diária a partir de 280 reais.
  • Crowne Plaza Johannesburg – The Rosebank – diária a partir de 300 reais.

Nós ficamos hospedados no hotel chamado SUN1 Berea, é um hotel bem simples (no estilo dos hoteis Ibis Budget), mas bem afastado. Como fomos em alta temporada, acabamos hospedando nele porque foi o que estava com melhor preço. No entanto, se os preços estiverem melhores, sugerimos que fiquem nos  hotéis mencionados acima, pois a localização é bem melhor.

Para ver os preços atualizados, pesquise aqui:



Booking.com


O que visitar em uma viagem para Joanesburgo cropped-cropped-img_0429.jpg


Joanesburgo não tem tantas atrações turísticas quanto Cape Town, por isso o viajante acaba ficando apenas 1 ou 2 dias lá, é o suficiente para conhecer o principal da cidade.

  • Mandela Square – Localizada em Sandton City, é uma praça com diversos restaurantes e um shoppin. É ondge fica localizada a famosa estátua gigante do Nelson Mandela. É um bom lugar para sentar e almoçar (ou jantar), mas os preços são bem salgados.

viagem para Joanesburgo

  • Museu do Apartheid – É o lugar mais imperdível da cidade. Se tiver tempo de visitar uma única atração de Joanesburgo, escolha essa, pois é muito emocionante. O museu conta a história do apartheid, sua ascensão e queda, com exposições, fotos, filmes provocativos e tudo muito intenso. Você pode passar horas lá e não verá o tempo passar.
    • O museu funciona todos os dias, das 9h as 17h e a entrada custa 95 rands (aproximadamente 25 reais).
  • Soweto – É a região onde os negros poderiam morar, durante o Apartheid e foi onde aconteceram importantes protestos e o triste “massacre de soweto”. A região é muito grande e para conhecer sua história é importante contratar um guia turístico.
thumb_204615_cover_header
https://www.musement.com/us/johannesburg/soweto-bike-tour-in-johannesburg-82880/
  • Museu Casa de Nelson Mandela – Localizada no Soweto, o museu busca abordar toda a história do Presidente Nelson Mandela, tanto no contexto de sua casa, como no contexto de sua vida como um todo. Relembra os grandes feitos desse homem na promoção dos direitos humanos, da democracia, da reconciliação, do respeito mútuo e da tolerância entre os povos da África do Sul.
    • Entrada gratuita. Funcionamento de 2ª a 6ª feira das 09h às 16h, sábado das 09h às 15h e domingo das 09 às 13h.

Mandela-House-1

  • Lion and safari Park – É uma espécie de zoológico e, apesar de alguns animais ficarem soltos, a área reservada para eles é limitada. Vários animais ficam em jaulas, inclusive filhotes de leões. Além disso, permitem a velha e exploradora prática de permitir que humanos se aproximem, façam carinho e tirem fotos. Não gostamos desses passeios e não achamos interessante, especialmente em um país onde você pode fazer safáris incríveis e conhecer os animais em seu habitat natural.

Quanto tempo ficar em Joanesburgo cropped-cropped-img_0429.jpg


Joanesburgo é uma cidade legal, mas na nossa opinião a Cidade do Cabo é muito mais interessante e com mais atividades para serem feitas.

Assim, indicamos 1 ou 2 dias em uma viagem para Joanesburgo, achamos que é suficiente para conhecer os principais pontos turísticos e aprender um pouco sobre a história incrível desse povo.

Depois, indicamos ir para alguma das cidades ao redor do Kruger Park de carro ou pegar um voo para a Cidade do Cabo.

viagem para Joanesburgo
Kruger Park

Como fazer um safári cropped-cropped-img_0429.jpg


Acreditamos que quase todas as pessoas que fazem uma viagem para Joanesburgo possuem interesse em fazer um safári e ver esses animais sensacionais em seu habitat natural, sem grades.

É realmente um passeio imperdível, na nossa opinião.

Fizemos um post só sobre o Kruger Park, que é o principal parque buscado para fazer safáris.

Leia aqui:

Como fazer um safári no Kruger Park

viagem para Joanesburgo


Como ir para a Cidade do Cabo a partir de Joanesburgocropped-cropped-img_0429.jpg


Joanesburgo fica bem longe da Cidade do Cabo, são mais de 1400 km. Existe a possibilidade de você ir de carro, fazendo a Garden Route, mas é importante ter bastantes dias disponíveis para ir parando nas cidades e curtindo seus encantos.

O jeito mais rápido é ir de avião (demora 2h15min) e há várias companhias aéreas que fazem o trajeto diariamente. Fora de temporada os preços partem de 180 reais e em alta temporada custam em média 350 reais.

As companhias com voos diretos e que fazem o trajeto são: FlySafair, Mango e Kulula.

Os preços atualizados vocês podem ver no banner:


Sugestão de roteiro: 10 dias na África do Sul cropped-cropped-img_0429.jpg


Se você quer fazer uma viagem para Joanesburgo, Cidade do Cabo e fazer um safári, nossa indicação é a abaixo, parecida com o roteiro que fizemos. É um roteiro de 10 dias, mas que pode ser adaptado, caso você tenha mais dias. Menos que 10 dias, na nossa opinião, é muito pouco, considerando a distância do Brasil, não valeria a pena.

Dia 1 – Joanesburgo

Dia 2 – Ir para o Kruger Park

Dia 3 – Safári

Dia 4 – Safári

Dia 5 – Retorno para Joanesburgo

Dia 6 – Ida para Cidade do Cabo

Dia 7 – Cidade do Cabo

Dia 8 – Cidade do Cabo

Dia 9 – Cidade do Cabo

Dia 10 – Cidade do Cabo

Lembrando que o post sobre a Cidade do Cabo será o próximo! Aguardem!

viagem para Joanesburgo


Como se locomover em uma viagem para Joanesburgo cropped-cropped-img_0429.jpg


O jeito mais prático de se locomover é alugando um carro, mas importante lembrar que na África do Sul a mão é a inglesa, isto é, o volante fica do lado direito do carro.

Nós só alugamos um carro somente para ir para o safári e nos locomovemos na cidade usando táxi e Uber, não achamos que tenha compensado porque nosso hotel era distante e acabamos gastando muito assim. O carro com certeza teria nos feito economizar tempo e dinheiro.

Importante lembrar que as relações entre taxistas e Uber ainda não são muito tranquilas em Joanesburgo. Algumas vezes, pedimos Uber, mas o motorista não apareceu ou cancelou a corrida. Não entendemos o que estava acontecendo, até que um dos motoristas nos enviou uma mensagem dizendo que não poderia ir ao local, já que, por ser um hotel, haveria taxistas na porta e ele poderia ter problemas.

Tentamos mais uma vez e um motorista foi até o hotel, mas logo foi cercado por um taxista que o fez ir embora, sem nos levar. Nós nos fizemos de desentendidos com o taxista e dissemos que não sabíamos que ele não poderia ter ido ao local. O taxista não ficou puto com a gente e nos levou ao nosso destino, por um preço bem superior ao que teria ficado o Uber, claro.

Assim, se estiver em um local que tenha taxistas perto, não peça Uber para não ter problemas ou confusões.

O ideal mesmo é realmente alugar um carro, os preços são bem acessíveis e não é difícil aprender a dirigir pela mão direita. No início você estranha um pouco, mas logo acostuma.


Segurança cropped-cropped-img_0429.jpg


O índice de criminalidade é considerado alto, então é bom tomar bastante cuidado com pertences pessoais e, se alugar um carro, não deixar mochilas ou outros objetos de valores visíveis, ao estacionar.

Nós não presenciamos nenhuma situação estranha ou suspeita, mas também ficamos muito pouco tempo na cidade.

Ligue para a polícia (em 10111 ou em 112 de um telefone celular) ao primeiro sinal de perigo.

viagem para Joanesburgo


Idioma cropped-cropped-img_0429.jpg


A África do Sul tem 11 idiomas oficiais e diversos outros dialetos locais.

No entanto, praticamente todo mundo fala inglês. É um inglês britânico e com um sotaque bem diferente, mas dá para se comunicar bem. No máximo, algumas vezes você não vai entender algumas palavras em razão da pronúncia, mas pelo contexto a comunicação será possível.


Moeda e gastos em uma viagem para Joanesburgocropped-cropped-img_0429.jpg


A moeda oficial da África do Sul é o Rand, sendo que:

1 Rand = 0,26 Reais 

ou 

1 Real = 3,8 Rands

Devo comprar Rands no Brasil? Definitivamente não. É uma moeda difícil de achar e, se encontrar, a cotação não será favorável. Em uma viagem para Joanesburgo o melhor é levar dólares e fazer o câmbio lá.

A África do Sul é famosa por ser um destino bem barato, mas barato quanto?

Como dissemos, em uma promoção, é possível encontrar voos para lá por menos de 1500 reais (incluídas as taxas).

É fácil encontrar ótimas hospedagens (fora de temporada) por 200 reais para o casal.

Outros gastos que tivemos lá foram:

  • Vinhos ótimos nos supermercados – 20 a 30 reais
  • Refeição em um restaurante – 20 a 30 reais
  • Uber do aeroporto para nosso hotel – 78 reais
  • Diária de aluguel do carro (corolla) – 60 reais
  • Para encher o tanque do Corolla – 170 reais
  • Entrada no museu Nelson Mandela – gratuita
  • Entrada no museu do Apartheid – 25 reais

As coisas de uma forma geral são mais baratas que no Brasil, mas tem muitas que são o mesmo preço. Confesso que ouvíamos tanto falarem que a “África do Sul era tão tão tão barata” que esperávamos mais.


Chip de celular cropped-cropped-img_0429.jpg


Não é fácil encontrar Wi-fi gratuito e, se a sua ideia é realmente alugar um carro, consideramos indispensável ter um chip de celular, pois será muito importante para seu passeio.

Com o Google Maps ou Waze no seu celular, você conseguirá saber exatamente qual caminho ou rodovia pegar. É importante para não ter que ficar parando a todo momento para pedir informações.

Indicamos que comprem no aeroporto, pois é o jeito mais fácil de economizar!


Seguro viagem cropped-cropped-img_0429.jpg


Apesar de o seguro não ser obrigatório, consideramos muito importante a contratação de um. O sistema de saúde público no país, assim como o do Brasil, não é dos melhores, então será muito complicado e caro procurar ajuda médica, caso um imprevisto aconteça.

Não fazer um seguro viagem é o tipo de economia que pode te custar muito caro depois.

A Real Seguro viagem é a pioneira em comparação de seguros de viagem online no Brasil. Desde 2008 trabalha com seguradoras especialistas em atendimento ao viajante. Ela apresenta os melhores preços, de acordo com as suas necessidades. Nós usamos e recomendamos muito!

Faça um orçamento no banner abaixo e compare:


Dicas Gerais de uma viagem para Joanesburgocropped-cropped-img_0429.jpg


  • Voltagem: 220v
  • Tomada: é muito diferente, com três bolas redondas e imensas, nosso adaptador universal não funcionou (pelo visto não é tão universal assim) e tivemos que pedir um adaptador para o pessoal do hotel. Indicamos que comprem um adaptador no primeiro momento que encontrarem um a venda, pois realmente será necessário.
  • Visto. Não é necessário.
  • Vacinas. Necessário apresentar certificado internacional de vacinação contra a febre amarela.
  • Malária. Indica-se tomar um remédio contra malária antes de visitar as reservas e os parques das províncias de Limpopo, Mpumalanga e KwaZulu-Natal. O remédio é tomado 24 horas antes de entrar em uma área afetada pela malária e, depois, uma vez por semana durante cinco ou seis semanas. O remédio pode ser obtido sem receita médica nas farmácias da África do Sul. Nós não tomamos (nem sabíamos, descobrimos só depois), mas é o que a embaixada indica.
  • Fuso horário. UTC/GMT +2 horas, o que dá 5 horas a mais que o Brasil.

Então é isso, espero que tenham gostado do nosso relato e que possa ter ajudado vocês a elaborarem um roteiro de viagem para Joanesburgo ou, pelo menos, conhecer um pouco sobre esse destino incrível. Nós amamos muito essa viagem e esperamos voltar um dia para fazer a Garden Route e, quem sabe, visitar as ilhas Maurício, que ficam bem próximas e parecem ser belíssimas.

viagem para Joanesburgo

3 comentários »

  1. Gostei demais do blog, cheio de informações que auxiliam na hora da viagem e deixam um gostinho de curiosidade para visitar. Parabéns ao casal!!!

Deixe uma resposta