São Petersburgo

7583907920_img_3885

Se tem um lugar que nos fez morder a língua foi a Rússia!

Quando planejamos essa viagem lemos coisas terríveis sobre os russos, lemos que eram grosseiros, ignorantes, que não gostavam de turistas e nem se esforçavam para ajudar. Quanto mais líamos sobre a Rússia, menos dias separávamos para ficar lá e, assim, embarcamos para São Petersburgo com o pé super atrás, morrendo de medo porque, além de não conhecermos o idioma (e o próprio alfabeto), poderíamos ter grande dificuldade, já que nos diziam que ninguém falava inglês.

No entanto,nós tivemos a grata surpresa de só encontrar pessoas legais e queridas. Ficamos na Rússia por 10 dias e absolutamente em nenhum dia fomos tratados de forma rude ou ríspida.

Quanto ao inglês, de fato ninguém fala, ou melhor, praticamente ninguém. Se contarmos 5 russos que conhecemos que falavam inglês em toda viagem, foi muito. No entanto, com o Google Tradutor e uma boa mímica, você se vira bem, não vai ser tão difícil assim.

Assim, não sei se foi pelo fato de estarmos em plena Copa do Mundo, se foi sorte ou se, simplesmente, eles não são tão “frios” e “grosseiros” assim, só sei que amamos nossa viagem para a Rússia e com certeza voltaríamos novamente!

Assim, se você tem vontade de conhecer a Rússia, continue lendo o post e leia nossas dicas imperdíveis de como montar um roteiro para São Petersburgo. 


Quando ir para São Petersburgo cropped-cropped-img_0429.jpg


Qual é a melhor época para visitar São Petersburgo?

Não é novidade para ninguém que o inverno na Rússia é muito intenso, com temperaturas que caem a – 8ºC em São Petersburgo. Assim, de dezembro a março, não indicamos essa viagem, a não ser que você realmente queira muito conhecer um inverno rigoroso.

A primavera (março a junho) e o outono (setembro a dezembro) também são frios, úmidos e, muitas vezes, com chuvas e neve ainda presente. Então também não indicamos,

O verão vai de junho a setembro e é a época mais indicada para visitar a cidade, mais especificamente entre o fim de junho e meio de agosto. Nós fomos na primeira quinzena de julho e foi perfeito! Estava uma temperatura agradável para caminhar, variava entre 24ºC e 32ºC. Não pegamos chuvas e usávamos sempre roupas leves (shorts e camisetas).

average-temperature-russia-saint-petersburg.png


Como chegar em São Petersburgo cropped-cropped-img_0429.jpg


Não há voos diretos do Brasil para São Petersburgo, então você precisará fazer uma escala. Na verdade, muito possivelmente, se tiver intenção de economizar, você fará duas escalas, já que os voos com uma escala apenas são o dobro do preço.

img_6673

As pesquisas por voos podem ser feitas no Skyscanner, que é o site que mais usamos para saber quando os preços estão melhores.

Para aprender encontrar bons preços de passagens e promoções, leia o post “Como encontrar bons preços de passagens”!

Um bom jeito de economizar é comprar um voo para um país barato da Europa (Portugal ou Inglaterra, por exemplo) e, de lá, comprar um voo para São Petersburgo. Além de poupar uma relevante quantia de dinheiro, de quebra você conhece outros países.

Por exemplo:

Sao Paulo para Lisboa = em uma promoção você compra por 2000 reais (ida + volta)

Lisboa para São Peterburgo = é possível comprar por 1000 reais (ida + volta)

Agora, se olhar São Paulo para São Peterburgo vai pagar algo em torno de 4500/5000 reais para período de alta temporada.

Ou seja, é possível economizar de 1500 a 2000 reais apenas evitando comprar um voo “direto”. É o que sempre fazemos e com essa economia, você já consegue pagar a hospedagem!

Nós fizemos uma viagem pela Escandinávia, Estônia e Rússia, assim chegamos em São Petersburgo saindo de Tallin, pegamos um voo da LOT e pegamos 110 euros por pessoa.


Saindo do aeroporto de São Petersburgo cropped-cropped-img_0429.jpg


Chegamos no aeroporto e agora?

Nossa intenção era de pegar um Uber para nosso apartamento do Airbnb, mas não foi tão fácil quanto imaginamos.

Isso porque você precisa escrever o endereço em russo, no aplicativo e nós, pelo menos, não conseguimos. Tentamos de todas as formas e, quando encontramos um endereço “parecido” não conseguimos encontrar o motorista, não era intuitivo o lugar onde eles estacionam.

Assim, depois de tentar por um bom tempo, resolvemos pegar um táxi no guichê autorizado. A corrida no táxi ficou 750 rublos (aproximadamente 47 reais). Se o Uber tivesse dado certo, teria ficado 500 rublos.

Vários motoristas privados pararam a gente e ofereceram a corrida por 2000 rublos (absurdamente caro).

Assim, a melhor opção é tentar o Uber, mas se você não conseguir também, procure o guichê autorizado de Táxi no aeroporto.

O motorista do Táxi não falava inglês e nós não sabíamos se havíamos chegado no lugar certo, assim, liguei via WhatsApp para o dono do apartamento e ele explicou o endereço para o motorista.

img_6446


Onde ficar hospedado cropped-cropped-img_0429.jpg


Qual o melhor lugar para ficar hospedado em São Petersburgo?

Hospedagem, na Rússia, não é um ponto caro da sua viagem e, na nossa opinião, seu foco deve ser estar perto de uma estação de metrô.

Isto porque, como você não conseguirá se comunicar facilmente com taxistas ou motoristas de Uber, o melhor é usar o metrô que, além de muito lindo, é bem estruturado e fácil de usar.

Spb-districts-map.jpg
Mapa do site petersburg4u.com

Com base no mapa acima, indicamos os seguintes bairros:

1. Admiralteysky district

2. Vasileostrovsky district

4. Kalininsky district

5. Kirovsky district

7. Krasnogvardiysky district

11. Moskovsky district

13. Petrogradsky district

18. Centralny District

Nós ficamos hospedados em um apartamento no Airbnb, localizado na região nº 11 – Moskovsky district. Usávamos um metrô para nos deslocarmos para os pontos turísticos da cidade.

O apartamento era privativo e o dono Alexander era um cara muito legal e gentil, além de falar inglês muito bem! Para se ter uma ideia, ele viu que tínhamos esquecido o carregador de celular e saiu, de moto, atrás do nosso Uber, para nos devolver. Definitivamente recomendo o apartamento dele!

Sobre o preço, em altíssima temporada (em plena Copa do Mundo), pagamos 195 reais a diária (julho de 2018).

No entanto, se você prefere hotéis, indicamos os seguintes, com ótimas avaliações:

  • Hotel Ivan da Marya – diária a partir de 100 reais
  • Samsonov Hotel on Goncharnaya 8 – diária a partir de 130 reais
  • Spring hotel – diária a partir de 150 reais
  • Talisman Gorokhovaya – diária a partir de 150 reais
  • Egoiste Mini-Hotel – diária a partir de 150 reais
  • Sweet Village Hotel – diária a partir de 180 reais
  • Capital Hotel – diária a partir de 200 reais
  • Nevskiy Eclectic by AKYAN – diária a partir de 300 reais
  • Hotel Alfeya – diária a partir de 300 reais
  • Kaleidoscope on Nevskiy – diária a partir de 350 reais
  • Italyanskaya 29 Inn – diária a partir de 400 reais
  • Kamerdiner Hotel – diária a partir de 400 reais

Como sempre, só pedimos que, em sua reserva, utilize nossos banners, você não paga nada a mais e ajuda a mantermos o blog ativo!


O que visitar em São Petersburgo cropped-cropped-img_0429.jpg


A pergunta que sempre surge quando vamos conhecer uma cidade é: o que essa cidade tem de legal que merece ser visitado? Assim, vamos dar algumas indicações dos principais pontos turísticos de São Petersburgo e o que os turistas costumam fazer quando estão por lá!

De antemão, indicamos o guia turístico IGOR, ele é um russo super legal e que, de quebra, adora tirar fotos e facilita muito seu passeio. Ele cobrou, à época, 130 dólares por dia (valor que pode ser dividido para até 4 pessoas, se você estiver indo com mais gente) e inclui seus serviços de guia por 8h a 10h, transporte (ele te busca e deixa em casa/hotel) e você paga, a parte, apenas comida e entrada dos passeios.

Com ele você consegue conhecer vários lugares em um mesmo dia, ele tira maravilhosas fotos e te ajuda na parte procedimental, comprando os tickets, por exemplo (já que os vendedores não falam inglês e tem variações de preços em um mesmo lugar).

O site dele é este: http://www.feelfreetour.net/ e você pode também mandar um WhatsApp para ele, o número é +7 904 518 88 51.

img_6487
Nosso guia Igor

Vamos aos pontos turísticos e principais passeios!

Peterhof

É um dos principais pontos turísticos para quem visita São Petersburgo e consiste em um conjunto de jardins, palácios, fontes criados por Pedro, o Grande, que foi o Czar fundador da cidade. Com inspiração nos Jardins de Versalhes, o lugar é de uma beleza incrível.

IMG_3790.JPG

Este é um passeio que não é longe da cidade e, sem um guia, você vai ter dificuldade de chegar, de comprar o ingresso e de entender a estrutura do passeio.

Estar com o Igor tornou o passeio muito mais especial, pois ele foi explicando toda a história por trás de cada cantinho e, também, tirava pacientemente, várias fotos nossas.

O palácio é enorme, mas o passeio que pagamos incluía apenas um tour pelos jardins, que são lindos.

Entrada para os jardins: 500 rublos (29 reais).

Palácio de Catarina

O Palácio de Catarina recebeu o nome de Catarina I, esposa de Pedro, o Grande, que governou a Rússia por dois anos após a morte do marido.

img_6387

Inicialmente, foi projetado para ser um edifício modesto, mas foi transformado na principal e mais luxuosa residência de verão por Isabel, filha de Catarina. Para se ter uma ideia de quão suntuoso é, foram usados mais de 100 kg de ouro apenas na fachada.

O passeio é muito lindo e interessante, mas tenha paciência com os turistas orientais que tomam conta de tudo, te empurram e ocupam todos os cantos com suas câmeras imensas.

img_6373

O palácio fica em outra cidade e, aqui também, é muito mais prático e interessante o passeio se você for com um guia. Novamente indicamos o Igor!

É muito importante chegar até as 11h no máximo, embora a entrada seja a partir das 12h apenas. Há filas gigantescas e, se não chegar cedo, perderá uma boa parte do tempo esperando.

Entrada para o Palácio: 720 rublos (42 reais)

Entrada para o parque/jardins: 120 rublos (7 reais)

Catedral de São Nicolau

É uma catedral ortodoxa bem bonita e, para entrar, as mulheres devem cobrir os cabelos.

IMG_3916.JPG

A área foi originalmente colonizada por marinheiros no tempo de Pedro, o Grande, e a primeira capela de madeira foi construída para eles e tinha o nome de São Nicolau. Anos depois foi feita uma nova igreja e tornou-se oficialmente uma catedral naval em julho de 1762, por ordem de Catarina II.

O interessante é que foi uma das poucas igrejas que não foram fechadas nos tempos soviéticos.

Igreja de Nosso Salvador do Sangue Derramado

É uma das mais famosas de São Petersburgo e esta igreja russa foi construída no local do assassinato do czar Alexandre II.

As mulheres devem cobrir os cabelos, antes de entrar.

church-of-our-savior-on-the-spilled-blood-in-st-petersburg.jpg
Imagem do site http://www.saint-petersburg.com/cathedrals/church-resurrection-jesus-christ/

Catedral de Santo Isaac

Esta é a maior igreja de São Petersburgo, e provavelmente a mais impressionante, este monumental edifício neoclássico tem interiores de mármore deslumbrantes e é de onde se uma excelente vista da cidade.

Aqui também as mulheres devem cobrir os cabelos, antes de entrar.

st-isaacs-cathedral-in-st-petersburg.jpg
Imagem do site http://www.saint-petersburg.com

Museu Hermitage

Essa é uma atração realmente incrível e que você não pode perder. Nós adoramos!

7583907920_img_3990

É um dos maiores e mais prestigiados museus do mundo. O acervo tem mais de 3 milhões de peças e dizem que você precisaria de 11 anos para ver cada peça por apenas um minuto.

Na entrada, você recebe um mapa bem legal que permite localizar as principais e mais conhecidas obras de arte.

Coma antes de ir, a alimentação lá dentro é muito cara.

Entradas:

700 RUB (41 reais):  – ingresso para o Complexo do Museu Principal e para as filiais (Complexo do Museu Principal, Edifício do Estado-Maior, Palácio de Inverno de Pedro, o Grande, Palácio de Menshikov, Museu da Fábrica da Porcelana Imperial)

300 RUB (17 reais)– bilhete de entrada para um dos ramos do Hermitage (Palácio de Inverno de Pedro, o Grande, Palácio de Menshikov, o Museu da Fábrica de Porcelana Imperial, Centro de Restauração e Armazenagem de Staraya Derevnya)

Aberto de 10h30 às 18h (terças, quintas, sábados e domingos) e das 10h30 às 21h (quartas e sextas).

Fechado às segundas-feiras.

Estudantes não pagam para entrar.

Entrada gratuita para todos na primeira quinta-feira do mês.

Museu Erarta

Para os apreciadores de arte contemporânea é um lugar imperdível. Interessante que as coleções são pouco difundidas no ocidente.

Nós não fomos, confessamos que ao final da viagem já estávamos cansados de tantos museus, mas recebemos boas indicações.

Entrada: 500 rublos (29 reais).

Museu do Estado Russo

É o maior museu de arte russa do mundo, um complexo arquitetônico e artístico único no centro histórico de São Petersburgo.

Entrada: 450 rublos (26 reais)

Museu Estatal de História e Fortaleza de São Pedro e São Paulo

O Museu Estatal da História de São Petersburgo é um dos maiores museus históricos da Rússia e conta com mais de 1,3 milhões de peças que refletem a história da cidade desde o seu início até os dias atuais.

O centro do museu é a Fortaleza de Pedro e Paulo – um monumento único de história, arquitetura e arte de fortificação dos séculos XVIII-XX. O conjunto arquitetônico abrange a Peter e Paul Cathedral – um dos símbolos de São Petersburgo e a Cadeia de Trubetskoy Bastion, que traz a história desta notória prisão política ao longo das turbulentas décadas finais do regime czarista.

img_6498

Há exposições permanentes e temporárias.

Nós caminhamos apenas pela Fortaleza e visitamos a praia, mas se você tem interesse em conhecer mais detalhadamente, vamos deixar os preços aqui abaixo:

Nome do bilhete Adultos Estudantes Pensionistas
Ingressos para visitar exposições, rotas e programas:         PREÇOS EM RUBLOS***
Catedral de Pedro e Paulo e Túmulo Grão-Ducal 450 250 200
Bastião de Trubetskoy da prisão 200 120 120
Museu de Cosmonáutica e Rocket Technology-los.V.P.Glushko 150 100 100
Exposição “História de São Petersburgo – Petrogrado. 1703-1918.” 200 120 120
Exposição “História da Fortaleza de Pedro e Paulo” 100   100 100
Bilhete abrangente (válido por 2 dias corridos) para visitar o complexo do museu “Fortaleza de Pedro e Paulo” com serviços de excursões sobre o tema “Pedro e Paulo (São Petersburgo) Fortaleza – histórico, engenharia militar e monumento arquitetônico”, com direito a ver exposições de museus:   
1. Peter e Paul Cathedral e Grand-Ducal Tomb

2. O Trubetskoy Bastion Prison

3. Museu de Cosmonáutica e Rocket Technique

4. Exposição “História de São Petersburgo-Petrogrado.1703-1918 ”

5. Exposição“ A História da Fortaleza de Pedro e Paulo ”
Um passeio turístico inclui visitas a 2 exposições de 5: a Catedral de Pedro e Paulo do túmulo do grão-duque e a prisão de Trubets no bastião.

600 350 250

Parque Aleksandrovskiy Sad

O Parque Alexander está localizado atrás do Almirantado, no topo da Nevsky Prospekt. É um agradável lugar para uma caminhada.

Cavaleiro de Bronze

O cavaleiro de bronze é um monumento ao fundador de São Petersburgo, Pedro, o Grande , fica na praça Senatskaia Ploshchad, em frente ao rio Neva e rodeado pelo Almirantado, a Catedral de Santo Isaac e os edifícios do antigo Senado e Sínodo – o órgãos governamentais civis e religiosos da Rússia pré-revolucionária.

Passeio pelos canais

Há vários passeios de barco pela cidade, você pode ver os pontos turísticos por um novo ângulo e cruzará o rio Fontanka, o canal de Kryukov, o rio Moyka, o canal Winter e o rio Neva.

img_6579

Ponte do Palácio

Essa ponte cruza o rio Neva, sendo um dos principais símbolos e pontos turísticos, principalmente quando se eleva, trazendo uma impressionante vista.

palace-bridge-in-st-petersburg.jpg
Imagem do site http://www.saint-petersburg.com/

Quanto tempo ficar cropped-cropped-img_0429.jpg


Quanto tempo ficar em São Petersburgo?

Dependa da disponibilidade orçamentária e de tempo de cada um, nós ficamos 5 dias inteiros e foi bem legal para conhecer um pouco da cidade.

No entanto, se você não tem isso tudo, indicamos ficar, no mínimo, 3 dias inteiros (descontando o dia da ida e o da volta).

img_6517
E quem achou que não tinha praia na Rússia rsrs

Sugestão de roteiro cropped-cropped-img_0429.jpg


Vamos dar uma sugestão de como conhecer São Petersburgo em 4 dias. Se você tiver mais tempo, pode colocar mais atrações ou, então, dividir as atrações de uma forma mais tranquila e com menos correria.

Como dissemos, nós ficamos 5 dias na cidade, foi bom porque não corremos muito para visitar as atrações e não queríamos, também, um ritmo frenético, já que era uma viagem que totalizariam 30 dias, de modo que você não aguenta ficar de 8h da manhã até 8h da noite na rua todos os dias.

DIA 1

Acorde cedo e vá ao Palácio Peterhof, aproveite para comprar as lembrancinhas na feirinha que tem ao lado do Palácio, é onde você encontrará os melhores preços.

7583907920_img_3909

Depois vá até a Catedral de São Nicolau e à Catedral do Sangue Derramado.

DIA 2

Pela manhã visite o Museu Hermitage e depois, vá até a Catedral de Santo Isaac.

img_6616

DIA 3

Vá ao Palácio de Catarina, a Grande e, depois à Fortaleza de São Pedro e São Paulo.

img_6504

DIA 4

Visite o Parque Aleksandrovskiy Sad e o Cavaleiro de Bronze.

Faça uma caminhada pela cidade e um passeio de barco pelos canais.

O roteiro dá pra ser feito em três dias tranquilamente, se você quiser condensar as atividades e estiver disposto a ficar mais tempo na rua.


Como se locomover em São Petersburgocropped-cropped-img_0429.jpg


Como sempre, a primeira forma, mais econômica e fácil de se locomover é caminhando.

A cidade não é pequena, mas muitos pontos turísticos estão na região central, então é fácil visitar vários sem usar transporte público, caso esteja hospedado por ai.

Se precisar ir para um outro lugar, pode usar o transporte público, que é de excelente qualidade e muito barato.

O ticket do metrô custava 45 rublos (mais ou menos 2,60 reais) e usando o Google Maps, você sabe facilmente onde está a estação mais próxima e qual a linha você tem que pegar.

Para comprar o ticket de metrô, tem caixas eletrônicos nas estações ou você pode ir nos guichês normais, basta mostrar com as mãos a quantidade de tickets que você quer e a atendente vai te dar.

img_6251

Usamos Uber uma vez apenas e com a ajuda do nosso anfitrião que conseguiu digitar o nosso destino no aplicativo. Como dissemos antes, não achamos fácil usar o Uber porque os destinos não são tão intuitivos como estamos acostumados.

Alugar um carro é uma péssima opção, pois o trânsito é completamente insano. As pessoas dirigem de uma forma bem audaciosa, fazem barbeiragens o tempo todo e presenciamos, algumas vezes, motoristas parando o veículo no meio da avenida para brigar com o motorista de trás.


Restaurantes e bares cropped-cropped-img_0429.jpg


Quem acompanha o blog sabe que raramente seguimos indicações de bares e restaurantes, preferimos desbravar por nossa conta e selecionar restaurantes próximos aos lugares que estamos visitamos ou que encontramos por acaso.

No entanto, em São Petersburgo, talvez você encontre dificuldade de encontrar um lugar interessante para comer porque nem todos restaurantes tem cardápio em inglês e, além disso, a comida é bem diferente da que estamos acostumados.

Se você preferir um restaurante com opções para todos os gastos (com comidas típicas russas, mas também massas, carnes, sushi, etc) procure um chamado TOKYO CITY. Há diversos na cidade e, além de bem gostoso, o cardápio é inglês e o preço super acessível.

Para se ter uma ideia do preço, em um dos dias que almoçamos lá pedimos sushis de entrada, 2 pratos, 2 refrigerantes e 1 suco, a conta ficou 1500 rublos (88 reais). Gostamos tanto que comíamos lá praticamente todos os dias!

img_6287

img_6286


Segurança cropped-cropped-img_0429.jpg


Não sei se a cidade estava especialmente protegida para a Copa do Mundo, muito provavelmente sim, mas achamos a cidade bem policiada, com viaturas e agentes oficiais por todos os cantos.

Não sentimos nenhuma sensação de insegurança mas, claro, tomávamos os cuidados de sempre, como cuidar de bolsas e mochilas.

7583907920_img_3823


Idioma cropped-cropped-img_0429.jpg


Esse tópico ficou grande, mas se você vai para a Rússia, leia até o final, ficou bem interessante e pode te ajudar muito!

Como todos sabem, o idioma oficial é o russo e, como dissemos antes, praticamente ninguém fala inglês.

Imagino que a sensação de um estrangeiro no Brasil seja bem parecida, já que aqui também não é muito comum encontrarmos pessoas que trabalhem no comércio falando inglês.

Assim, tenha sempre o Google Tradutor em mãos e não conte que vá encontrar alguém que saiba inglês, se encontrar, entenda como um dia de sorte!

Indicamos, no entanto, que você aprenda expressões básicas como “bom dia”, “boa tarde”, “até logo”, “obrigado” e “a conta, por favor” para mostrar respeito e simpatia no país. Quando você fala algumas dessas expressões, mostrando interesse pela cultura do lugar, é sempre visto com mais carinho e atenção. E, como fazer isso? Treinando com o Google Tradutor mesmo…

Se quiser uma ajuda, as expressões são “mais ou menos” faladas assim:

  • BOM DIA – dôbre utra
  • BOA TARDE – dôbre díniz
  • BOA NOITE – spákói nê nôtchi
  • OBRIGADO – spássiba
  • POR FAVOR ou DE NADA – pajalsta
  • A CONTA, POR FAVOR – chôt pajalsta 
  • EU NÃO FALO RUSSO -ien gavariu pá rúski

Se você quiser ousar um pouco mais e tiver um pouco mais de tempo, sugerimos que aprenda o alfabeto russo. Calma, apesar de ficarmos impressionados quando vemos um texto em russo, quando você pega para estudar, não é tão difícil assim.

7583907920_img_3810

Vamos explicar.

A Rússia adota o alfabeto cirílico que tem 33 letras, das quais cada uma corresponde “mais ou menos” a uma ou mais letras latinas.

Além disso, como acontece com vários idiomas, o russo tem várias palavras parecidas com o inglês e também o português.

Um site muito legal para te ajudar nesse estudo é esse aqui. Entre nesse site, ele é muito completo e tem muitas dicas incríveis.

Lendo o post deste site que mencionamos, você vê, por exemplo:

  • que o A tem som de A
  • que o K tem som de K
  • que o M tem som de M
  • que o O tem som de O
  • que o T tem som de T
  • que o B é, na verdade o V
  • que o C é, na verdade, o S
  • que o H é, na verdade, o N
  • que o P é, na verdade, o R
  • que o X é, na verdade, o H
  • que Г tem som de G
  • que П tem som de P
  • que Ф tem som de F
  • que Л  tem som de L
  • que Д tem som de D
  • que И tem som de i
  • que Й tem som de Y
  • que Я tem som de YA
  • que o З tem som de Z
  • que o Ч tem som de TCH
  • que o Ж tem som de J
  • que o Б tem som de B
  • que o У tem som de OU
  • que o Ш tem som de CH
  • que o Э tem som de A
  • que o Ц tem som de TS

Tem mais algumas letras, claro, mas se tiver paciência para decorar as que mencionamos acima, já conseguirá entender muitas palavras.

Um exemplo:

кофе = o “K” tem som de “K”, o “o” tem som de “o”, o “ф” tem som de F e o “e” tem som de “e”.

Ou seja, formou “kofe”, que lembra coffe, que sinifica café. Deu para entender? Se você decorar as correspondências das letras, normalmente formará uma palavra assemelhada ao inglês ou até ao português e não ficará tão perdido assim.

Outro exemplo:

витамин. Você vê essa palavra e já quer cair pra trás, nao é? Mas olha só. O “в” tem som de “v”, o “и” tem som de “i”, o “t” tem som de “t”, o “a” tem som de “a”, o “m” tem som de “m”, o”и”, como vimos, tem som de “i” e o “h” tem som de “n”.

O que formou? Vitamin, que como dá pra deduzir, é vitamina.

Parece coincidência, mas não é, isso aconteceu várias vezes e, assim, como aprendemos o alfabeto, conseguíamos nos localizar melhor, principalmente no metrô.

Veja. Olhamos no Google Maps e vimos que deveríamos ir para Mayakovskaya. Até ai tudo bem.

img_7520

Só que, chegando no metrô só encontramos algumas placas, dentre as quais essa:

img_7519.jpg

E agora?

Se você decorar a correspondência das letras acima verá que a segunda opção, quando traduzida, é exatamente o destino que procuramos: Mayakovskaya.

É sério, gente. Aprender o alfabeto ajuda muito e, assim, conseguíamos nos virar sozinhos com placas, endereços e, como não precisamos pedir informações, acho que tivemos menos “oportunidades” de vermos russos grosseiros. Só nos relacionamos com os russos legais. heheheh

Nossa dica é: aprenda o alfabeto, não vai dar tanto trabalho assim e, acredite, trará um benefício imenso para sua viagem.


Moeda e Gastos em São Petersburgo cropped-cropped-img_0429.jpg


A moeda oficial é o rublo russo.

A cotação é mais ou menos a seguinte:

1 rublo russo = 0,05 reais

ou

1 real = 17 rublos 

*cotação em novembro de 2018

Mas que moeda levar para a Rússia? Com certeza dólar ou euro. Como estávamos vindo de países europeus, levamos euro. Definitivamente, não compensa comprar rublos no Brasil, pois vai ser muito difícil achar e a cotação não será bacana.

A cotação, como sempre, é pior no aeroporto e compramos bem pouco, só para não sair sem dinheiro nenhum. A cotação foi 1 euro = 56,70 rublos. No dia seguinte, em um banco, pagamos 1 euro = 73,40 rublos. Muita diferença, viu!?

Sobre os preços, achamos tudo muito barato na Rússia, talvez até porque havíamos acabado de sair dos países mais caros do mundo, mas  a sensação era de que éramos muito ricos kkkk

Resultado de imagem para gif dinheiro
Nós, ao chegar na Rússia

Para se ter uma ideia dos preços, vamos mencionar alguns gastos que tivemos ou preços das coisas que vimos por lá:

  • Táxi do aeroporto para nosso apartamento – 750 rublos (44 reais)
  • Uber do aeroporto para nosso apartamento – 500 rublos (29 reais)
  • Ticket do metrô – 45 rublos (2,60 reais)
  • Diária do Guia Turístico para até 4 pessoas – 130 dólares
  • Prato no restaurante Tokyo City – 200 rublos (12 reais a 30 reais)
  • Entrada para o museu Hermitage – 700 rublos (41 reais)
  • Entrada para Peterhof – 500 rublos (29 reais)
  • Entrada para Catarina’s Palace: para o Palácio – 720 rublos (42 reais), para o parque/jardins – 120 rublos (7 reais)

Nós estávamos hospedados em apartamento do Airbnb, então preparávamos nosso próprio café da manhã. Também fazíamos nossa janta todos os dias pois, como dissemos, em uma viagem de 30 dias, você não tem disposição de ficar de cedo até muito de noite na rua todos os dias. De quebra, economizamos muito, pois as compras no supermercado eram muito baratas e conseguimos matar um pouco da saudade da comida “caseira”, pois fazíamos um arroz branco, grelhado e salada.

img_6602
Folder do Burger King – dá para ter uma ideia dos preços dos lanches

Respeito às leis e costumes locaiscropped-cropped-img_0429.jpg


Vamos deixar aqui algumas considerações sobre orientações que todas as pessoas que foram para a Copa do Mundo tiveram. Como dizem respeito às leis e códigos de condutas locais, vão ser válidos para todos que visitarem o país também em outras épocas.

  • As autoridades locais podem exigir sua identidade a qualquer momento, então ande sempre com o passaporte na bolsa ou mochila.
  • É proibido ingerir bebida alcoólica ou fumar em local público.
  • Posse e uso de drogas também é crime lá.
  • Recomenda-se evitar manifestações intensas de afetos em público, em particular, a comunidade LGBT.
  • Evitar manifestações políticas ou ideológicas.
  • É proibido o uso de bandeiras de países estrangeiros em praças ou edifícios públicos.

Apesar do Itamaraty ter apresentado um guia ao Torcedor Brasileiro com essas e outras orientações, na Copa estavam bem mitigadas, especialmente o uso de bebida alcoólica em local público e de bandeiras em praças.

7583907920_img_3817

No entanto, acreditamos que tenha sido um período de exceção mesmo, estavam mais abertos já que o mundo inteiro estava lá e olhando para eles.

Se você vai em um período não tão festivo, indicamos que tome cuidado com essas orientações para não passar por nenhuma situação desagradável.

É verdade que na Rússia você encontra taxistas embriagados? MITO! Veja, não é que isso não possa acontecer nunca, mas conversando com alguns russos, eles nos disseram que isso definitivamente soa mais como uma “lenda urbana”, já que há muita fiscalização, as multas são muito altas e o motorista, além de perder a habilitação, vai preso. Assim, como ninguém quer perder seu “ganha pão”, acreditam que isso não vai ser tão fácil de ser visto, como os turistas acreditam.

Agora, é verdade que os russos bebem muito? VERDADE! Nosso amigo e guia Igor usou a seguinte frase “when they drink, they drink” e ele nos explicou que, para os russos, não tem isso de “beber socialmente” ou apenas “uma taça de vinho”, se eles sentam para beber, bebem de verdade, secando uma garrafa de vodca facilmente. Assim, se for convidado por um russo para beber, saiba que não será um evento para amadores hehehe.

img_6478


Chip de Celular cropped-cropped-img_0429.jpg


Não é fácil encontrar Wi-fi gratuito e, em razão do idioma, não será fácil, mesmo em um restaurante, pedir a senha do Wi-fi.

Aqui, definitivamente é indispensável ter um chip de celular, mesmo que você não queira comprar o que indicamos, compre um no aeroporto, pois será muito importante para seu passeio.

Com o Google Maps no seu celular, você conseguirá saber exatamente qual metrô pegar, onde está a estação mais próxima ou qual é a distância do ponto turístico que você deseja visitar.

Sem ele não seríamos ninguém na Rússia.

img_6475

É importante porque apesar de não termos tido problemas com a cordialidade dos russos, muita gente que já visitou a cidade diz que foi tratado de forma ríspida ao pedir informações. Então, melhor não arriscar e tentar se encontrar usando um mapa no celular!

Nós indicamos o chip Easysim4you que foi o que levamos.

Compramos no Brasil e recebemos em nossa casa em menos de uma semana. Com esse chip tivemos internet no celular em todos os países que fomos. Valeu muito a pena porque se fôssemos comprar um chip de cada país ficaria bem mais caro e daria muito mais trabalho, então preferimos este porque funcionou em todos os sete países que visitamos!

Se achar que vai ser útil para você e quiser ajudar o blog, compre o seu através desse link, você não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão, que ajuda a manter o blog ativo. 🙂

Banner Afiliados 250x250-01


Seguro viagem cropped-cropped-img_0429.jpg


O seguro viagem para a Rússia não é obrigatório, mas não deixe de fazer porque nunca sabemos o que pode nos acontecer.

Se já é difícil imaginar tendo que enfrentar um hospital público num país cujo idioma seja o inglês, imagine quão pior poderia ser em um país onde as pessoas falam russo. Não dá nem pra imaginar quão difícil seria, não é mesmo?

Nós indicamos a parceira Seguros Promo porque, preenchendo os dados solicitados, você consegue orçamentos de diversas empresas que oferecem o serviço e pode analisar cada um deles, decidindo pelo que melhor atenda seus objetivos. Há opções bem baratas, vale muito a pena conferir!

Além disso, usando nosso cupom HAJAVIAGEM5 você ainda ganha 5% de desconto no valor do orçamento.

Confira os valores acessando este link ou o banner do lado direito da página.

infografico_sp_2


Dicas Gerais cropped-cropped-img_0429.jpg


Fuso horário. GMT+3. O que dá 6 horas a mais que no Brasil em relação ao horário de Brasília ou de 5 horas, no horário de verão.

  • Eletricidade. A voltagem é 220-240V.
  • Tomada. É padrão europeu (dois pinos).
  • Visto. Brasileiros não precisam de visto para ficar até 90 dias na Rússia.
  • Água. A água da torneira não é pura, beba apenas água mineral.
  • Carteira de estudante. Se você é estudante, não esqueça de fazer sua carteira internacional. Essa carteira da ISIC é um pouco mais cara, mas vale muito a pena porque diversos passeios aceitam para fins de desconto. É uma economia enorme, acredite!
  • Remédios. Leve todos seus remédios básicos, pois não será fácil comprar um remédio, por mais simples que seja, em um idioma tão diferente.
  • Indicação de Guia Turístico. Como dissemos, indicamos o Igor porque ele é um ótimo guia e cobra um preço super razoável para todo suporte e ensinamentos que ele dá. O site dele é este: http://www.feelfreetour.net/ e você pode também mandar um WhatsApp para ele, o número é +7 904 518 88 51.

img_6467

São Petersburgo é uma cidade maravilhosa, linda, limpa e que vale muito a pena conhecer. Como falamos, todos os russos que conhecemos foram pessoas incríveis e realmente não temos nada para criticar ou falar de seu jeito de ser!

Viajamos com muito medo, mas voltamos maravilhado e com muitas histórias incríveis para contar. Além disso, o clima de Copa do Mundo é único e deixa as pessoas muito unidas em nome de uma paixão comum! Foi sensacional!

Então é isso, espero que tenhamos ajudado vocês a conhecer um pouco mais sobre essa cidade incrível e também a montarem um roteiro com tudo que consideramos essencial saber antes de ir.

No entanto, se tiver ficando faltando alguma coisa, não deixe de perguntar aqui nos comentários ou, então, nos enviar um email. Teremos o maior prazer em ajudar no que soubermos!

Deixe uma resposta