Dubai

Foto 29-10-2017 17 36 20

Dubai é uma cidade incrível e realmente não imaginávamos que seria tão legal! Nos surpreendemos positivamente e percebemos que tínhamos uma visão bem deturpada do que realmente são os Emirados Árabes.

Se você acompanhou o post anterior, viu que nos casamos nas Maldivas e, depois, passamos uma semana em Dubai, foi uma combinação incrível!

Bom, para quem não sabe, os Emirados Árabes são formados por sete emirados, sendo eles: Abu Dhabi, Dubai, Sharjah, Ajman, Umm al-Quwain, Ras al-Khaimah e Fujairah. Abu Dabhi é a capital, mas a maior cidade é Dubai.

Apesar de ser um país muito rico em razão de possuir a sexta maior reserva de petróleo do mundo, a descoberta desta riqueza ocorreu apenas na década de 50, tendo as exportações se iniciado na década de 60. Além disso, os emirados se tornaram independentes apenas em 1971.

Assim, em poucas décadas, de uma vila de pescadores, Dubai se tornou uma cidade enorme, referência mundial econômica, com arranha-céus, hotéis majestosos, ilhas artificiais e infraestrutura de deixar qualquer um de queixo caído.

Além disso, achamos incrível que, além não pagarem nenhum tipo de imposto, gozam de escolas e universidades gratuitas, sistema de saúde público de qualidade, transporte público ótimo, combustível em um preço super acessível, entre outras vantagens.

Sinceramente, nos apaixonamos pela cidade e pela qualidade de vida que as pessoas levam. Mas claro, temos que encarar Dubai um pouco como Las Vegas, porque é uma mistura de luxo, brega, ostentação, o que também não deixa de ser uma atração a parte. Importante é entrar no clima e curtir cada momento!

Agora vamos agora ao que interessa, vamos te ajudar a montar um roteiro para Dubai e tentar passar todas as informações que você precisa saber antes de ir! 🙂


Visto cropped-cropped-img_0429.jpg


Preciso de visto para Dubai?

Quando nós fomos, era necessário tirar um visto que, no entanto, deixou de ser obrigatório em junho de 2018.

Agora, para entrar no país, basta ter um passaporte com data de validade de pelo menos seis meses e não é mais necessário realizar o pagamento de taxas.


Quando ir para Dubai cropped-cropped-img_0429.jpg


Foto 24-10-2017 11 27 49

Dubai é sempre quente, muito quente. Mas em alguns meses o calor está um pouco mais suportável, é o período entre novembro e abril. Nos outros meses andar na rua é sofrível, pois as temperaturas batem fácil os 40 graus.

No entanto, se o excesso de calor não for um problema pra você, é possível economizar bastante indo nesse período mais quente, pois é quando há diversas promoções de hotéis.

Se possível, também procure não ir no mês sagrado do Ramadã, período no qual os muçulmanos e todos devem cumprir um jejum em público, de modo que pode ser difícil encontrar restaurantes oferecendo comida e até mesmo água. Além de comida e bebida, o jejum inclui o fumo.

Não há uma data fixa para o Ramadã, pois é determinada pelo calendário lunar islâmico. Assim, as datas do Ramadã avançam aproximadamente 11 dias todos os anos, e esse período deve ser levado em conta ao agendar sua viagem.


Como chegar em Dubai cropped-cropped-img_0429.jpg


A Emirates possui voos diretos saindo de São Paulo e do Rio de Janeiro, levando em média, 14 horas para chegar até Dubai.

Claro, o voo direto sai bem mais caro, mas a pergunta é: mais caro quanto? Nós diríamos que a partir de 1500 reais a mais, por passageiro, do que um voo com escalas. Se o valor estiver ok para seu orçamento, se jogue, a Emirates é fantástica e com certeza valerá a pena.

Fizemos um trecho (Dubai/Malé/Dubai) via Emirates e, sem sombra de dúvidas é a melhor companhia aérea com a qual já voamos e olha que fomos na classe econômica. Havia internet disponível no voo, um cardápio com as comidinhas, que eram sensacionais, um kit multimídia fantástico, então você nem vê o tempo passando.

No entanto, se a ideia é economizar, opte por outras companhias aéreas. A que estava com melhor preço quando compramos foi a Ethiopian Airlines. Fizemos uma escala em Adis Abeba de 4 horas antes de seguir para Dubai. O voo era bem ruim, quente, aliás, muito quente, a comida bem razoável e atendimento quase self service. Você levantava e ia buscar sua água, refrigerante e etc, pois não ficavam passando sempre. No entanto, economizamos, na época, aproximadamente 2 mil reais para cada, então achamos que valeu a pena.

Para aprender encontrar bons preços de passagens e promoções, leia o post “Como encontrar bons preços de passagens”!

Foto 14-10-2017 02 15 00


Onde se hospedar em Dubai cropped-cropped-img_0429.jpg


Qual o melhor lugar para hospedagem em Dubai? É tudo muito caro?

As opções de hospedagem em Dubai são enormes, para todos os bolsos e estilos de viajantes.

No entanto, antes de escolher sua hospedagem é importante verificar que tipo de transporte você irá utilizar em sua viagem. Se for alugar um carro, fará menos diferença a distância entre o hotel e as atrações turísticas, se for transporte público, é melhor optar um hotel próximo destas atrações e próximo ao metrô.

É sempre interessante ler as avaliações dos usuários de sites como o TripAdvisor, Expedia e Booking. Normalmente há boas avaliações sobre o tema “localização”, indicando se há algum metrô próximo, shopping, mercado e etc.

De todo modo, as regiões indicadas para se hospedar em Dubai são: Deira, Downtown, Jumeirah Beach, Dubai Marina e The Palm Jumeirah.

Cada uma tem um estilo diferente.

Deira é onde estão localizados os famosos souks – mercados que vendem ouro, perfumes, especiarias, tecidos, etc. Não é um lugar tão moderno, com os famosos arranha-céus e hotéis de luxo que existem em Dubai. No entanto, a hospedagem costuma ser mais barata, pois não é tão perto dos pontos turísticos principais, sendo mais próximo do aeroporto.

Downtown é uma região mais bem localizada, onde fica o Burj Khalifa e o Dubai Mall. É uma região bem central e excelente ponto de partida para todos os pontos turísticos que você irá querer visitar.

Jumeirah Beach, Dubai Marina e The Palm Jumeirah são regiões costeiras e ideais para quem quer aproveitar as praias. Há excelentes parques aquáticos também e ótimas opções de restaurantes.

Outro detalhe importante, quase nenhum hotel oferece café da manhã incluído no preço da diária. É raro achar um, então conte que terá, possivelmente, esse gasto a mais.

São excelentes opções de hotéis, todos bem avaliados no TripAdvisor, os seguintes:

  • Holiday Inn Express Dubai Airport – diária a partir de 200 reais (café da manhã incluído)
  • Rove Healthcare City – diária a partir de 240 reais (café da manhã pago a parte)
  • Premier Inn Dubai Silicon Oasis – diária a partir de 230 reais (café da manhã pago a parte)
  • Savoy Park Hotel Apartments – diária a partir de 230 reais (café da manhã pago a parte)
  • Al Khoory Hotel Apartments – diária a partir de 270 reais  (café da manhã pago a parte)
  • Dusit D2 Kenz Hotel Dubai – diária a partir de 350 reais (café da manhã pago a parte)
  • Ibis Styles Dubai Jumeirah – diária a partir de 400 reais (café da manhã pago a parte)
  • Bonnington Jumeirah Lakes Towers – diária a partir de 400 reais (café da manhã pago a parte)
  • Al Salam Hotel Suites Formerly Chelsea Tower Hotel Apartment – diária a partir de 500 reais (café da manhã pago a parte)
  • Radisson Blu Hotel, Dubai Deira Creek – diária a partir de 500 reais (café da manhã pago a parte)
  • Address Dubai Marina – diária a partir de 800 reais (café da manhã pago a parte)
  • Raffles Dubai – diária a partir de 1000 reais (café da manhã pago a parte)
  • Four Seasons Resort Dubai at Jumeirah Beach – diária a partir de 2000 reais (café da manhã pago a parte)
  • Residence & Spa at One&Only Royal Mirage – diária a partir de 3000 reais (café da manhã incluído)
  • One&Only The Palm – diária a partir de 3500 reais (café da manhã incluído)
  • Burj Al Arab Jumeirah – diária a partir de 6500 reais (café da manhã incluído)

Agora um pouquinho da nossa experiência pessoal: nós, na vibe “vale tudo porque não gastamos um dinheirão com festa de casamento” (para quem não acompanhou o post anterior, nos casamos nas Maldivas e depois fomos para Dubai) resolvemos que queríamos ter a experiência de passar uma noite num dos hotéis mais famosos do mundo: o Burj Al Arab Jumeirah – aquele famoso que está em toda foto de Dubai, considerado, informalmente, o único sete estrelas do mundo.

Foto 23-10-2017 10 47 06
O famoso Burj Al Arab Jumeirah (visto pelos fundos)

Sobre esse hotel incrível, leia o nosso hotel review, contamos todos os detalhes dessa experiência maravilhosa!

Como é se hospedar no hotel mais famoso de Dubai. Leia aqui!

Pois é, ele é muito caro, óbvio, então tínhamos que “diluir” o valor da hospedagem dos demais dias, para não ficar muito apertado o nosso orçamento.

Assim, fechamos a primeira diária no Burj Al Arab Jumeirah e, para os demais dias optamos por um hotel bem barato, o Holiday Inn Express Dubai Airport. Para quem não conhece a rede Holiday Inn, lembra muito os hotéis Ibis, quarto básico, mas bem confortável, principalmente para este estilo de viagem, que você passa o dia todo fora de casa. É silencioso, tem uma cama confortável, chuveiro quente, frigobar (vazio), televisão, sofá, armário, internet e limpeza diária. Não tínhamos do que reclamar. A única desvantagem dele é ser longe dos principais pontos turísticos, colado no aeroporto. No entanto, como estávamos de carro alugado, não foi nenhum incômodo para a gente. Além disso, o preço era ótimo e incluía café da manhã o que, como dissemos, é raro encontrar nos hotéis de Dubai.

holiday-inn-express-dubai-4636445183-2x1


O que visitar em Dubaicropped-cropped-img_0429.jpg


Quais os principais pontos turísticos de Dubai?

Dubai tem inúmeras atrações e, em sete dias, não deu tempo de conhecer tudo que gostaríamos.

Vamos relatar nossas experiências e também outros lugares que, por um motivo ou outro, não pudemos conhecer.

Burj Al Khalifa

É o maior prédio do mundo, com 160 andares, sendo o acesso turístico permitido até o 148º andar. Há dois tipos de tickets: um que permite o acesso apenas até os andares 124º e 125º e outro que permite o acesso, alem desses dois, ao andar 148.

Foto 24-10-2017 11 38 44
Vista maravilhosa

Além disso, há dois preços, um para quem quiser subir até 18h30 e outro, mais em conta, para quem subir após as 19h ou das 8h30 às 14h30.

Os preços são, em média:

  • Andares 124 e 125:
    • Subida até 18h30: 200 AED (preço para adulto) ~ 212 reais
    • Após esse horário ou pela manhã: 125 AED (preço para adulto) ~ 132 reais
  • Andares 124, 125 e 148:
    • Subida até 18h30: 500 AED (preço para adulto) ~ 530 reais
    • Após esse horário ou pela manhã: 350 AED (preço para adulto) ~ 370 reais

Os preços são muito salgados, mas é um passeio incrível, com uma vista única da cidade. O ideal é chegar cedo e ficar até o sol se por, você consegue ver a cidade de dois jeitos bem diferentes.

Outras informações e para comprar seu ticket, acesse o site oficial aqui.

Dubai Mall

É o maior shopping do mundo, com 1200 lojas. É um shopping bem legal e, claro, você não conseguirá conhecê-lo todo, pois é muito grande. Sempre que terminávamos os passeios do dia mais cedo íamos para lá jantar ou dar uma volta. Você anda anda anda e parece que tudo que está vendo é novo.

Foto 29-10-2017 07 22 56
Dubai Mall

Aquário de Dubai e Zoológico subaquático

Localizado dentro do Dubai Mall é o maior aquário suspenso do mundo.

Foto 29-10-2017 04 50 04
A bilheteria do Aquário já traz uma amostra do que se vê lá

Você conseguirá ver inúmeros peixes, tubarões, arraias, crocodilos, entre outros tantos.

Há diversos tipos de ingressos, com preços que partem de 100 AED ~ 106 reais.

Outras informações podem ser consultadas aqui.

Dubai Marina

É um bairro planejado, construído ao redor de um canal artificial. É formado por hotéis de luxo, prédios gigantes, muitos restaurantes, quiosques e lanchas chiquérrimas passando o tempo o tempo todo.

É um excelente lugar para fazer uma caminhada, sentar em um restaurante, tomar um suco e ficar olhando as lanchas passarem, as famílias passeando ou andando de bicicleta.

Foto 25-10-2017 10 45 58

Dubai Miracle Garden

É o maior jardim de flores do mundo. Já deu pra perceber que Dubai se amarra em ser o maior em tudo né? hahaha

miracle garden
Imagem do site oficial do jardim

É um lugar fantástico que, infelizmente, não conseguimos conhecer, pois estava fechado para renovação e recuperação das flores.

Souks

São os famosos mercados de Dubai. O mais famoso é o Gold Souk – do ouro, mas há também os mercados de especiarias, perfumes e tecidos.

Foto 25-10-2017 06 06 17
Muito ouro em todo lugar!

Apesar de Dubai ser uma cidade luxuosa e moderna, aqui você encontrará um ambiente bem tradicional, semelhante aos famosos mercados municipais do Brasil.

É muito legal, mas você precisa ter muita paciência.

É o único lugar de Dubai que vimos vendedores chatos, insistindo para você entrar na banca deles e quase disputando os clientes. Sei que estão tentando vender, ganhar a vida, mas eles são muito insistentes e não aceitam um “não” facilmente. Então a palavra de ordem é: paciência, muita paciência. Sorria e acene, se não tiver interesse!

É um bom lugar também para comprar lembrancinhas, mas é emocionalmente cansativa a negociação e, se não tiver paciência ou perfil para negociar, desista de compras,

Explicamos os vários motivos: a) não há preço em nenhum item exposto; b) quando você questiona o preço, eles pedem para escolher outros itens, pois assim terá um bom desconto, mas continuam não dizendo o preço; c) você acaba escolhendo outros itens e quando pergunta o preço, escuta que deve escolher outros itens; d) você diz que não quer mais nada, mas eles vão aparecer com algum item novo para te oferecer; e) você sorri, agradece e eles aparecem com mais um item para te oferecer; f) você novamente sorri, agradece e questiona o preço dos itens que escolheu; g) eles não dizem o preço individualmente, de cada coisa, mas te dão um valor total, absurdamente alto e dizem que este é o preço por “tudo”; h) você agradece e diz que o preço está muito acima do que esperava e ameaça ir embora; i) eles não deixarão você sair e perguntarão quanto você quer pagar; j) você fica sem graça, afinal não quer “botar preço” nos produtos dos outros, eles são os vendedores, tem que saber quanto custa, né; h) eles continuam insistindo para que você coloque um preço; i) você diz um preço qualquer e eles tentarão negociar até chegarem num valor “bom para todos”.

Sério, eles se amarram nessa negociação, mas nós achamos extremamente cansativa. Se você também curte, se jogue, pois é o que mais tem nos souks. Quem tem paciência, pode economizar um bom dinheiro.

Foto 25-10-2017 08 40 53
Especiarias e temperos

Para vocês terem uma ideia, eles ofereceram um preço inicial de mais ou menos 800 AED para os itens que escolhemos e, no final, saiu tudo por uns 300 AED. Deu pra entender o nível da transação rsrs?

Então o segredo é esse, ter paciência e oferecer um preço muitoooooooooo abaixo do que eles disserem e, se quiser saber realmente quanto custa um item específico, ao ser questionado se não quer levar algo a mais para fins de ganhar um bom desconto, diga que não.

Foto 25-10-2017 07 55 05

Jumeirah Beach

É uma das praias mais legais de Dubai e onde está localizado o mais famoso hotel Burj Al Arab Jumeirah. A água é quentinha, mas lembre-se que é proibido consumir bebidas alcoolicas em locais abertos.

Não é possível s aproximar muito do hotel Burj Al Arab Jumeirah, sendo o sistema de segurança bem rígido. Caso tenha interesse em dar uma volta por algumas áreas do hotel, será preciso fazer uma reserva de um quarto ou de um de seus diversos restaurantes.

Palm Jumeirah

É a maior ilha artificial do mundo (pra variar rs). E seu formato de palmeira é lindo mas, claro, só consegue ser visto de bem alto. É onde se situa o belíssimo hotel Atlantis e o parque aquático Aquaventure.

Parque Aquaventure

É considerado o melhor parque aquático de Dubai. Foi o único que conhecemos, realmente é bem legal, mas confesso que, na nossa opinião, os nossos Beach Park e Hot Park são bem mais divertidos.

aquaventurewaterpark-hero-main
Imagem do site oficial do parque

Há filas enormes para todos os brinquedos que, quase sempre, envolve um passeio de boia. Se quiser aproveitar mais, compre o ingresso que te dá entrada preferencial nos brinquedos, é mais caro, claro, mas no final vale a pena porque você não fica parado horas em uma fila.

Os ingressos podem ser adquiridos na porta a partir de 100 dólares por pessoa, no site tem um desconto de até 50 AED.

Parque aquático Wild Wadi

Localizado na praia Jumeirah há atrações para todas as idades. Os preços variam são 310 AED para pessoas acima de 1,1 m e de 260 AED para pessoas com estatura abaixo dessa medida. Se fizer sua reserva on line, você consegue um desconto de 40 AED.

FlowRider-Wild-Wadi-Water-Park-Dubai-United-Arab-Emirates
Imagem do site oficial do parque

Outras informações aqui.

Ski Dubai

É um dos maiores resorts de ski indoor do mundo, localizado no shopping dos Emirados. Incrível né,  uma cidade tão quente, no meio do deserto, com a possibilidade você praticar ski, snowboard, tobogã e ainda ver pinguins.

ski dubai
Imagem do site oficial do parque

Outras informações, você confere aqui.


 

Abaixo vamos mencionar outras atividades que não são exatamente “o que visitar”, mas que são passeios contratados bastante buscados pelos turistas.

Safari

É um passeio estilo turistão clássico e super farofa, mas não por isso deixa de ser legal.

Foto 29-10-2017 10 53 19

O passeio é vendido assim: aventura nas dunas, buffet de churrasco internacional, bebidas não alcoólicas a vontade, tatuagem de rena, passeio de camelo e shows artísticos.

Existe um tradicional, que é uma galera misturada e existe um privativo, só para o casal. Nós fizemos o mais barato (de galera) e vamos narrar exatamente no que consiste. Se você tiver orçamento sobrando, pode fazer o privativo, que dizem ser super luxuoso.

Uma pickup te pega no hotel, mas pegará um total de seis pessoas no total. Como fomos os primeiros, rodamos mais 1h30 até buscar todos nos seus hotéis. Da hora que saímos do hotel, até chegar nas dunas, demoramos, em média, 2h30.

Antes de chegar na tenda, a pickup faz um trajeto de uns 30 minutos pelas dunas do deserto. É bem bonito e emocionante, mas se você tiver o estômago minimamente sensível, tome um remédio para enjoo antes. Uma senhora que estava no nosso carro pediu que o carro parasse e vomitou bastante.

Chegando no lugar, você encontra a seguinte estrutura:

Foto 29-10-2017 10 45 35

É tudo bem simples, tapetes no chão e mesinhas baixas. Pelo que você pagou para a agência, pode sentar nessas mesinhas e enfrentar uma fila, quando a comida começar a servida. Só que aparece um funcionário oferecendo a área VIP, que é essa aqui:

 

Foto 29-10-2017 11 45 58
E também aquelas barraquinhas ali em cima

Para sentar nesse espaço, você paga mais 50 AED (~53 reais) por pessoa e recebe um atendimento mais especial. Realmente vale a pena, os garçons são bem atenciosos (pelo menos com quem senta nesse espaço), toda hora perguntam se queremos algo, oferecem um refrigerante (nenhuma marca conhecida, só refrigerecos) ou água. Na hora do jantar, eles trazem a comida que é deliciosa. Eles são até exagerados, levam muita comida e o tempo todo, até pedimos para pararem, pois já estávamos muito satisfeitos.

Os shows são bem simples, mas legais, são danças do ventre, shows com espada, malabarismo, etc. Nada de sensacional, mas bonito.

O passeio de camelo que se diz incluído no preço é um piada, as pessoas fazem um giro, em um espaço minusculo que, pelo que observamos, demora 1 minuto. Dá até dó do camelo ter que abaixar e levantar toda hora para ficar realizando esses passeios expressos. Para quem quer fazer um passeio de uns 10 minutos no camelo tem que pagar um valor a mais de 20 AED.

DCIM109GOPROG5819629.

A estrutura do passeio é bem precária, muito simples, mas o pessoal é bem atencioso e se preocupa em atender bem.

Vale a pena? Depende. A nossa opinião é que vale a pena apenas para pessoas que não se importam com um esquema farofa e/ou que desejam muito conhecer o deserto e/ou ver um camelo de perto.

Se optarem pelo passeio, melhor ir de havaianas, pois caso contrário encontrará areia no seu sapato pelos próximos dez anos.

Este é o passeio mais popular, que custa, em média, 100 AED (106 reais) por pessoa, se quiser um mais sofisticado, com certeza encontrará, afinal luxo em Dubai é algo que se vê o tempo inteiro.

Tour Dibba Musandam

 

dibba-banner
Imagem do site:https://www.southtravels.com

Queríamos ter feito esse passeio, mas no final não deu certo. Não conhecemos quem tenha feito, pra saber se realmente é bom, mas pela descrição parece bem legal.

É um tour pela Península Musandam, em Omã, que é um vizinho aos Emirados Árabes. O passeio atravessa as montanhas da Cordilheira de Al Hajar até chegar em Dibba. De lá é feito um pequeno cruzeiro a bordo de uma embarcação de  madeira pelas águas do Golfo de Omã. Há pausa para snorkeling e pesca.

Os preços partem de 270 AED (~286 reais).

Passeio de Balão

Passeio de balão é sempre algo que chama atenção, não fizemos, mas deve ser divertido. O que o viajante deve se lembrar é que o passeio será feito pelo deserto, então não terá muita variedade de coisas para serem vistas, apenas areia, muita areia e eventualmente, algum animal.

saf-ri-com-acomoda-o-noturna-e-passeio-de-bal-o-de-ar-quente-ao-in-dubai-297924
Imagem do site https://quantocustaviajar.com/emirados-arabes-unidos/dubai/passeios/passeios-aereos

Os preços são mais ou menos 300 dólares por pessoa.

Passeio de helicóptero

É um passeio não muito barato, mas muito elogiado. Você conseguirá ver toda imensidão e luxo de Dubai.

No site Get Your Gide e Viator os preços partem de 200 dólares. Estes são sites que fazem a intermediação com as empresas que fornecem os serviços, se quiserem contratar diretamente, podem procurar, por exemplo, o HeliDubai.

Salto de paraquedas

Esse é um passeio para aqueles que curtem muita emoção. Nós não fizemos, mas tenho certeza que deve ser maravilhoso, principalmente quando feito sob a Palm Beach (aquela praia em formato de folha de palmeira), mas há opções de salto no deserto também.

Outras informações podem ser consultadas no site Skydive Dubai e os preços são, em média, 2000 AED (mais ou menos 1700 reais).


Quanto tempo ficar em Dubai cropped-cropped-img_0429.jpg


É, como sempre dizemos, uma decisão muito pessoal, que depende do orçamento de cada viajante. Para se ter uma ideia, ficamos 7 dias na cidade e ainda assim não conseguimos conhecer tudo que gostaríamos.

Com base na nossa experiência, indicaríamos pelo menos 4 dias inteiros na cidade, mas se conseguir ficar 7 dias, vai, claro, aproveitar bem mais e sem tanta correria!

Foto 29-10-2017 11 14 45


Como se locomover em Dubai cropped-cropped-img_0429.jpg


Se locomover em Dubai não é tão complicado porque há opções para todos os gostos, mas definitivamente você precisará de um meio de transporte, pois os pontos turísticos não são perto e é sempre muito quente, então caminhar não será uma opção.

Os táxis são chiquérrimos (só vimos Toyota Camry) e segundo pesquisamos, bem baratos. A tarifa mínima é 12 AED (~12 reais).

Há também Uber, mas que em Dubai não é tão mais barato assim que os táxis.

As opções mais procuradas são o metrô e o tram. Você consegue usar ambos com o mesmo ticket e eles atendem boa parte dos principais pontos turísticos da cidade. Os trens passam no máximo de 7 em 7 minutos, mas há algumas regras, como proibição de comer, beber e mascar chiclete.

Ônibus. É uma opção bastante confortável, todos possuem ar condicionado que é encontrado, inclusive, em quase todas as paradas de ônibus.

Nossa opção foi alugar um carro, pois além de ser cômodo, achamos os preços bem em conta. Optamos pelo carro mais barato disponível, que foi um Focus Sedan, automático, super confortável. Pagamos uma média de 40 reais a diária (em outubro de 2017) e o combustível custava 1,70 reais o litro. Mas, se for esta sua opção, certifique-se de ter um bom GPS, pois não é fácil entender o trânsito da cidade.

Chegamos de madrugada em Dubai, pegamos o carro no aeroporto e fomos em direção ao nosso hotel, que era muito próximo ao aeroporto, tentando usar um GPS offline, que tínhamos instalado no celular. Sério, foi péssimo e chegamos a nos arrepender de ter alugado o carro. Nos perdemos horrores, rodamos mais de meia hora tentando encontrar a entrada certa, o GPS offline não funcionou, pois ele não entendia o lado da pista que estava o hotel e nos fez dar muitas e muitas voltas.

Além disso, há sempre muitas obras em Dubai e algumas pistas podem estar, temporariamente, interditadas. Então, se não for um GPS com atualização “diária”, você poderá ficar bem perdido.

Nosso conselho é: se for alugar um carro, saia do aeroporto com um chip de celular funcionando, vai evitar muita dor de cabeça. De preferência, também leve um suporte para fixar o celular no vidro do carro, é perigoso e cansativo ficar segurando o celular enquanto dirige.

Além disso, é preciso ter uma carteira nacional de habilitação para poder alugar um carro, obtenha a sua com o DETRAN de seu estado. No Distrito Federal, basta preencher um requerimento pelo site, fazer o pagamento de uma taxa e ela chega na sua casa.

As pistas de Dubai são maravilhosas, todas muito espaçosas, sem buracos e bem sinalizadas (há placas em inglês sempre), mas como toda cidade grande, tem um grave problema chamado trânsito. Nos horários de pico, o trânsito é terrível e você demorará, facilmente, mais de uma hora para fazer um trecho que, normalmente, faria em 15 minutos. Nós ficamos presos em vários congestionamentos nos primeiros dias, de modo que nos seguintes não saíamos mais nos horários de rush. Sempre ficávamos em um shopping ou outro lugar até “passar” a hora mais conturbada do trânsito.

Foto 27-10-2017 11 44 05

Há sempre vários estacionamentos disponíveis (vários e vários andares de vagas) e raramente um é pago. Os shoppings que visitamos não cobravam pelo estacionamento, por exemplo. Os lugares que eventualmente cobrem, também não são abusivos, normalmente 5 AED por hora.


Sugestão de Roteiro para Dubai cropped-cropped-img_0429.jpg


Vamos colocar aqui um roteiro semelhante ao que fizemos, mas há algumas adaptações e sugestões.

Dia 01 – visitar o Dubai Miracle Garden e, depois, ir para o Dubai Marina, onde poderá caminhar, comer e, se quiser, fazer um passeio de lancha.

Dia 02 – Conhecer o Dubai Mall e, depois, subir no Burj Al Khalifa (o acesso ao prédio é por dentro do shopping).

Dia 03 – Conhecer a praia The Palm e ir no parque aquático Aquaventure.

Foto 26-10-2017 10 34 51

Dia 04 – Conhecer a praia Jumeirah e, depois, visitar os souks – ouro, especiarias, perfumes e tecidos.

Dia 05 – Ir no aquário do Dubai Mall e fazer o desert safari.

Dia 06 – Fazer o passeio Tour Dibba Musandam, em Omã.

Dia 07 – Bate e volta em Abu Dhabi.

Para ver o que fazer em Abu Dhabi em dia, leia este post!

A ordem que colocamos não é nossa ordem de preferência, se tiver menos dias que o roteiro sugerido, pense quais atrações faz mais seu estilo e dê preferência a elas ou, então, tente conciliar – dentro do possível – mais atividades que as sugeridas em um mesmo dia.


Restaurantes e bares em Dubai cropped-cropped-img_0429.jpg


Há diversas opções de restaurantes e você encontra todo tipo de gastronomia do mundo em Dubai. Para se ter uma ideia, vimos um restaurante de comida típica do Uzbequistão.

Bares não são facilmente encontrados pois, como dissemos, o consumo de bebida alcoólica é permitido apenas em locais fechados e hotéis.

Nossa viagem não teve esse foco gastronômico, fazíamos lanches rápidos e, normalmente, em shoppings, mas, para quem gosta de conhecer um bom restaurante, vamos indicar alguns bem avaliados. Todos tem preços bem salgados.

  • Al Muntaha. Especializado em comida francesa. É uma ótima opção para quem deseja conhecer o hotel Burj Al Jumeirah.

  • Al Mahara. Também localizado no Burj Al Arab Jumeirah, é especializado em frutos do mar.
  • Atmosphere. Localizado no Burj Khalifa, no 123º andar. A vista é impressionante.
  • Armani/Amal. Especializado em comida indiana é localizado no Burj Khalifa, no 3º andar.
  • Al Dawaar. Localizado no 25º andar do hotel Hyatt, com uma vista de 360º de Dubai.
  • Uptown Bar. Localizado no 24º andar do Jumeirah Beach Hotel é tido como um dos mais sofisticados de Dubai e tem uma linda vista.

Segurança em Dubai cropped-cropped-img_0429.jpg


Dubai é uma das cidades mais seguras do mundo, você pode caminhar tranquilamente a qualquer hora do dia ou noite sem medo de ser assaltado.

Para nós, acostumados com a violência no Brasil, é muito estranho acreditar, mas é muito comum as pessoas deixarem bolsas e celulares em uma mesa e saírem para ir ao banheiro ou buscar comida no balcão do restaurante.

Além disso, vimos várias vezes carros estacionados nos shoppings (que não tem controle de entrada com cartão ou ticket) com a chave na ignição e ar condicionado ligado. O medo deles é sair do shopping e o carro estar quente, não do carro ser levado hehehe

Foto 29-10-2017 04 18 12
Dubai Mall

Idioma cropped-cropped-img_0429.jpg


O idioma oficial é o árabe, mas todos falam inglês. No entanto, como a colonização do país foi inglesa, o inglês deles é bem britânico, com uma pronúncia um pouco diferente da que costumamos ouvir.


Moedas e Gastos cropped-cropped-img_0429.jpg


A moeda oficial dos Emirados Árabes é o Dirham, cuja abreviatura oficial é AED. No entanto, é super comum encontrar os códigos DH e DHS, é tudo a mesma coisa, não se preocupe.

No período que a gente viajou – outubro de 2017 – 1 AED correspondia, mais ou menos, a 85 centavos de real. Hoje (dezembro de 2018), atualizando o post, vimos que está  1 AED – 1,06 reais.

No shopping, compramos um pouco de Dirham, mas depois nem fizemos mais isso, pois praticamente todos os lugares aceitam dólares e a cotação não é tão pior assim do que a da casa de câmbio. Vimos uma diferença normalmente de 0,1 apenas, então valia a pena. Além do mais, pagando em dólar, o troco é sempre em Dirham, então sempre tínhamos um pouco na carteira.

Agora sobre os gastos que são feitos lá. A pergunta que sempre ouvimos: é caro viajar pra Dubai? Gastarei muito lá? A resposta é depende. Dubai é uma cidade que permite que você gaste o que você estiver disposto a gastar.

Como já analisamos os preços dos hotéis, deu para perceber, né?

Comida.  É a mesma ideia. Para se ter uma ideia, fizemos refeições de 15 a 500 reais, por pessoa. E não estamos falando de fast food apenas, por 15 reais conseguimos comer, em um shopping, um prato de arroz e carne. Então realmente “depende”, se quiser conhecer algum restaurante famoso, é possível deixar um rim de pagamento, se quiser comer de uma forma mais simples, conseguirá gastar o equivalente ao que se gasta aqui no Brasil.

Foto 26-10-2017 05 25 51
Tiramos essa foto para vocês terem ideia do preço médio de um fastfood

Alugar um carro. É bem barato, quando comparado ao preço cobrado no Brasil e também em outros países. O carro de saída da locadora que usamos – National – era um Focus Sedan, automático e pagamos mais ou menos 40 reais pela diária. Além disso, o litro da gasolina era 1,70 reais, de modo que achamos mais cômodo que usar transporte público.

Eletrônicos. Não pesquisamos muito o preço, pois não estávamos querendo comprar nada. Mas, de uma forma geral, também são bem em conta. Para se ter uma ideia, enquanto o Iphone X estava sendo anunciado por 7 mil reais no Brasil, lá o preço na época era mais ou menos, 3500 reais.

iphones
Retirei as duas imagens na data de 08/11/2017 nos sites oficiais da Apple AE e Apple BR.

Lembrancinhas. Os melhores preços são nos souks, mas tem o dilema da negociação que narramos lá em cima. Se você não for do tipo que gosta de negociar ou tem paciência, melhor comprar nos shoppings.

Ouro. É possível comprar objetos de ouro com um preço bem melhor que os oferecidos no Brasil, mas aqui também tem que ter jogo de cintura, negociar, pechinchar e pedir para abaixar sempre. Sempre funciona e só assim é possível conseguir esse preço “melhor”, caso contrário não vai achar nada vantajoso.


Chip de celularcropped-cropped-img_0429.jpg


Se você for alugar um carro, acho indispensável comprar um chip de celular para utilizar o Waze ou outro aplicativo de GPS. Como já dissemos, no primeiro dia até tentamos usar um aplicativo com mapas offline, mas não funcionou, ele não entendia o lado da pista que estava o lugar que estávamos buscando e nos fez dar muitas e muitas voltas.

Além disso, há sempre muitas obras em Dubai e algumas pistas podem estar, temporariamente, interditadas. Então, se não for um GPS com atualização “diária”, você poderá ficar bem perdido.

Fomos ao shopping e compramos um chip da ETISALAT, que custou 100 AED (aproximadamente 85 reais) por um pacote de 1GB e funcionava apenas internet. Se você preferir, eles possuem pacotes com minutos para ligações também. Esse 1GB dá muito bem para uma semana, desde que você foque o uso da internet apenas no uso do GPS e não fique postando fotos ou vendo vídeos.

Muitos lugares oferecem WiFi gratuita mediante um daqueles cadastros no site da empresa, tivemos dificuldade em usar essas redes porque elas pediam o número do seu celular para envio de um SMS com o código do cadastro. Só que, no nosso caso, bloqueamos os dados do celular para não vir cobrando nenhuma taxa internacional da nossa companhia telefônica, de modo que nunca conseguíamos fazer os tais cadastros e era raro conseguir uma WiFi liberada fora do hotel.

Se você quiser sair de casa já com o Chip em mãos, nós indicamos o chip Easysim4you.

Você compra no Brasil e recebe em sua casa em menos de uma semana. É bem prático, essa época não conhecíamos a Easysim4you, por isso não a utilizamos, mas depois passamos sempre a viajar com esse chip.

Se achar que vai ser útil para você e quiser ajudar o blog, compre o seu através desse link, você não paga nada a mais por isso e nós ganhamos uma pequena comissão, que ajuda a manter o blog ativo. 🙂

Banner Afiliados 250x250-01

Foto 26-10-2017 10 30 47
Aquarpark – repare a pessoa passando de boia ao fundo


Seguro viagem cropped-cropped-img_0429.jpg


O seguro viagem não é obrigatório para entrar nos Emirados Árabes, mas recomendamos que não viajem sem um, pois nunca sabemos se “dessa vez” precisaremos usar.

Para nosso azar, dessa vez não fizemos seguro viagem dessa vez e em razão de uma dor de cabeça insuportável, eu Thais, precisei ir a um hospital. Fomos encaminhados a um hospital público – o Rashid Hospital – que nos deixou muito surpresos.

Expliquei o que estava sentindo para a atendente que, em um minuto, me encaminhou para uma enfermeira. Ela fez uma triagem e já me levou para um quarto, onde o médico me visitou imediatamente. Ele conversou comigo, perguntou o que eu sentia e já receitou a medicação que eu deveria tomar na veia. A enfermeira já aplicou o remédio e me deu uma máscara. O quarto era individual, com banheiro e cadeira para o acompanhante. Fiquei lá por umas 3 horas até a dor melhorar e, nesse período, eu fiz raio-x, ressonância magnética, exames de sangue e urina e era sempre levada, cuidadosamente numa cadeira de rodas por um enfermeiro que não permitia que eu caminhasse. Eu dizia que estava bem para caminhar, mas ele não deixava. Quando os resultados ficaram prontos e a medicação fez efeito, o médico me deu alta e receitou outros medicamentos que eu deveria comprar. Por esse atendimento maravilhoso, exames, remédios pagamos a quantia de ZERO REAIS. Sério, se não tivéssemos vivenciado pessoalmente essa experiência, eu não acreditaria. O atendimento foi muito rápido, cuidadoso, coisa que não vemos no Brasil, muitas vezes, nem em hospital particular, quanto mais em hospital público.

No entanto, nem sempre sabemos quando iremos encontrar um sistema de saúde público tão sensacional, de modo que não vale a pena deixar de fazer o seguro saúde. Aprendemos muito com esse episódio e, definitivamente, nunca mais viajaremos sem um.


O que levar para Dubai cropped-cropped-img_0429.jpg


Como já dito, Dubai é uma cidade muito, mas muito quente mesmo, então o foco tem que ser roupas leves, protetor solar e sapatos confortáveis, pois caminha-se muito.

Só que em todo lugar o ar condicionado está bombando, então se você for daqueles que se incomodam com ar condicionado, também é importante andar com um agasalho leve na bolsa. Confesso que eu – Thaís – cheguei a sentir bastante frio, principalmente nos shoppings em razão do ar condicionado muito gelado.

Por ser um país muçulmano, muitos perguntam se podemos usar nossas roupas normalmente. Não há problema nenhum. Usávamos roupas leves, como vestidos, bermudas e camisetas, sendo super normal entre os turistas. Em nenhum momento encontramos um olhar “repreendedor” ou nada do tipo.

Apenas para visitar a famosa mesquita de Abu Dhabi as mulheres precisarão estar vestidas com trajes que tampem o cabelo, braços e pernas. Se não quiser ir assim, eles emprestam um vestido com véu logo na entrada. Os homens podem usar calça e camiseta, apenas camisetas cavadas e bermudas não são permitidas.

Nas praias e parque aquático, eu – Thaís – optei por usar maiô, mas havia várias mulheres com biquínis, mas também não precisa exagerar né, não vimos nenhuma com os micro biquínis brasileiros, estilo fio dental. Os homens não tem o costume de usar sunga, mas apenas bermudas curtas.

Foto 26-10-2017 10 56 42
Moça muçulmana com seu maiô todo fechadinho

Outro detalhe, nos parques aquáticos você precisa guardar seus pertences (incluídos aí os chinelos) nos lockers e caminhar descalço para os brinquedos, piscinas e praia. Só que é MUITO quente o chão e você realmente queima os pés. Resultado, acabamos comprando umas sapatilhas de neoprene no parque aquático, pois só com elas era possível entrar nos brinquedos (chinelo não pode). Então, se tiverem alguma em casa, levem também, pois os preços lá não são muito acessíveis (em média 100 reais a sapatilha).


Dicas Gerais sobre Dubai cropped-cropped-img_0429.jpg


  • Carteira Nacional de Habilitação. Como já falamos, se for alugar um carro, é necessário obter a Carteira Internacional de Habilitação. É bem simples, basta procurar o DETRAN do seu estado, pagar uma taxa e ela, normalmente, chega na sua casa (pelo menos no Distrito Federal é assim). Não é preciso fazer prova, nem cursos.
  • Voltagem. 220/240 volts.
  • Fim de semana. Sexta-feira e sábado para organismos governamentais, mas algumas empresas trabalham seis dias por semana.
  • Vacinação. Nenhuma vacina é exigida.
  • Fuso horário. GMT+4.

DCIM109GOPROG5679435.

Acho que conseguimos narrar o essencial de nossa experiência, espero que tenhamos sido esclarecedores e que tenham gostado. Se tiver ficado com alguma dúvida, não deixe de nos perguntar, ajudaremos no que for possível! 🙂

1 comentário »

Deixe uma resposta